Bolsa Família 2021: TUDO o que você precisa saber para receber o benefício

Pontos-chave
  • O Bolsa Família faz transferência de renda para famílias em pobreza e extrema pobreza no país;
  • O valor pago é de em média de R$190 por mês;
  • O programa deve ser substituído pelo Renda Cidadã.

O programa do Bolsa Família foi criado com a intenção de tirar as famílias da situação de pobreza e extrema pobreza no país. Por ter sido gerado durante a gestão do ex-presidente Lula, no ano de 2003, há um grande interesse do atual governo Bolsonaro de se desvincular deste nome e deste sistema. Criando, a partir de 2021, um substituto para o Bolsa Família. 

Bolsa Família 2021: TUDO o que você precisa saber para receber o benefício
Bolsa Família 2021: TUDO o que você precisa saber para receber o benefício (Foto: FDR)

A ideia durante a criação do atual programa era realizar transferência direta de renda que beneficiasse famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no país. 

Quem pode receber?

Bolsa Família 2021: TUDO o que você precisa saber para receber o benefício
Bolsa Família 2021: TUDO o que você precisa saber para receber o benefício (Foto: FDR)

Para receber as famílias devem ter uma renda mensal de até R$89,00 por pessoas, ou no máximo até R$178. Além disso, devem ir até a prefeitura e cadastrar todos os moradores do mesmo endereço no CadÚnico.

Valor do Bolsa Família

O valor recebido pelas famílias varia de acordo com o número de pessoas, idades e a renda. Mas é pago em média R$190 para a família.

Para que o sistema define a quantia final considera o valor fixo de R$89,00 mais benefícios variáveis. Esses são de R$41,00 por criança de até 6 meses, adolescentes até 17 anos, e gestantes. Podem acumular 5 variáveis mais o fixo. 

Como sacar?

Para realizar o saque em uma agência da Caixa Econômica é necessário que o beneficiário tenha em mãos o seu cartão cidadão e a senha. Caso não tenha o cartão, o beneficiário deve informar o seu NIS e estar com carteira de identidade e CPF.

É possível que o beneficiário realize a consulta de seu saldo, ele pode ligar no telefone 0800 726 02 07, digitar 2 e novamente 2. Logo após é preciso informar o número do NIS. 

Regras

As famílias precisam seguir algumas regras para poderem receber o seu salário mensalmente. 

Por exemplo, atualizando sua inscrição no Cadastro Único a cada 2 anos, ou sempre que houver alguma alteração no núcleo familiar, como nascimento de mais um membro. 

Aquelas que tiveram criança em idade escolar, entre 6 a 17 anos, devem matricula-las em uma instituição. Além disso, elas precisam ter frequência escolar de 85% das aulas, e os jovens de 16 a 17 anos, devem ter frequência de 75%.

As famílias devem manter o calendário de vacinação das crianças menores de 7 anos em dia. Também é preciso fazer o acompanhamento da saúde, e crescimento dos mesmos.

Gestantes são obrigadas a fazer o pré natal no sistema público, para que seu desempenho seja acompanhado. 

Se as crianças que fazem parte do grupo familiar estiverem com vacinas em atraso no seu cartão, não estiverem fazendo o acompanhamento de sua saúde, não frequentarem a escola e a família não realizar a atualização cadastral, o benefício pode ser bloqueado.

Bolsa família bloqueado, o que fazer?

Para realizar o desbloqueio do benefício é preciso ir até uma agência da Caixa, para saber o motivo da suspensão.

Em seguida, será preciso corrigir os erros encontrados e pedir que o pagamento seja novamente liberado. O governo analisa o pedido e pode desbloquear a conta. 

Novo Bolsa Família 

A ideia do atual governo é que o programa Bolsa Família seja substituído pelo Renda Cidadã. Ampliando o número de beneficiários dos atuais 14 milhões.

Hoje, o Bolsa Família atende a 41 milhões de pessoas, que recebem, em média, R$ 190, a um custo de pouco mais de R$ 30 bilhões aos cofres públicos.

Porém, o governo não está encontrando uma brecha nos gastos para poder implantar o programa, e por isso, o texto não foi aprovado ainda.

A ideia é não deixar as famílias desassistidas após a finalização do pagamento do Auxílio Emergencial que vai ser finalizado em dezembro. A última atualização do governo diz que o programa será votado após as eleições de novembro. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.