Ibovespa Futuro abre o dia em queda em decorrência do avanço do coronavírus nos EUA

Na manhã desta segunda-feira (26), o índice Ibovespa Futuro registrou queda. Na abertura, houve baixa de 0,72%, aos 100.910 pontos. O recuo teve resultado direto do aumento de casos do covid-19 nos Estados Unidos e na Europa. Por volta das 9h01, o dólar comercial subiu em 0,50%, com o valor de R$ 5,6586, conforme o Valor.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Ibovespa Futuro abre o dia em baixa por conta do avanço do coronavírus nos EUA e na Europa
Ibovespa Futuro abre o dia em baixa por conta do avanço do coronavírus nos EUA e na Europa (Imagem: Pixabay)

Com relação às bolsas internacionais, o índice CSI300, na China, teve queda de 0,58%, a 4.691 pontos. O de Xangai, por sua vez, caiu 0,82% no fechamento, a 3.251 pontos.

O S&P/ASX 200, em Sydney teve perda de 0,18%, a 6.155 pontos. Em Seul, o índice KOSPI registrou variação negativa de 0,72%, a 2.343 pontos. O índice japonês Nikkei caiu em 0,09%, a 23.494 pontos, segundo a Reuters.

publicidade

Aumento de casos da covid-19

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), foram registrados 465.319 casos do coronavírus neste sábado (24). Este foi o maior resultado de casos diários. Nos dias anteriores, os valores recordes também haviam sido marcados —com 437.247 na quinta e 449.720 na sexta.

Pela Europa, o número foi de 221.898 casos. Como forma de controlar a alta, a Espanha decretou um toque de recolher, que acontecerá das 23h às 6h em diversas regiões do país.

Pelos Estados Unidos, a Universidade Johns Hopkins apontou que o país teve os maiores casos da covid-19 nos últimos dias. Tanto na sexta-feira (23) quanto no sábado (24) tiveram mais 83 mil casos diários.

Conforme os números desde o começo da pandemia, já são 8,6 milhões de infectados e 224.995 mortos em terras norte-americanas.

Em uma entrevista à CNN, Mark Meadows, chefe de gabinete do Presidente Donald Trump, indicou que o coronavírus “É um vírus contagioso como a gripe”.

“Isso é o que vamos fazer. Não vamos controlar a pandemia, vamos controlar o fato de que podemos ter vacinas, tratamentos e outros meios para aliviar a doença”, alega, segundo a France Presse.

publicidade

Dentro da equipe de Mike Pence, vice-presidente dos Estados Unidos, houve registro de surto da doença. Com a proximidade das eleições, o impacto dos casos dentro e fora da Casa Branca poderá refletir nas estratégias finais de campanha e nos resultados econômicos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.