MEI: Microempreendedores contam com até 30% de desconto na compra de um carro 0 Km

Você que é microempreendedor individual (MEI), sabia que tem direito a comprar seu carro 0km com descontos de até 30%? Inúmeras montadoras oferecem o chamado “desconto de CNPJ”, independentemente do tamanho da empresa.

Microempreendedores contam com até 30% de desconto na compra de um carro 0 Km
Microempreendedores contam com até 30% de desconto na compra de um carro 0 Km (Imagem: Reprodução/Google)

Essa é uma das vantagens que o Governo Federal oferece a categoria e a redução é descontada do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A Chevrolet, Fiat, Renaul e Volkswagen são alguns exemplos de indústrias automobilísticas que oferecem essa condição especial. Os valores de desconto, porém, variam de acordo com a montadora e podem ir de 2,5% a 30%, já que não há um percentual preestabelecido pelo governo para a redução.

Para ter direito ao desconto, o interessado tem que ter o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e se enquadrar na categoria de microempreendedor, ou seja, ter rendimento anual de até R$ 81 mil. Na concessionária, é preciso apresentar o contrato social da empresa e a inscrição estadual vigente.

Vale lembrar que o veículo adquirido fica vinculado ao CNPJ da empresa e não à pessoa física. Portanto, “o carro é da empresa”. Além disso, o MEI é obrigado a ficar com o veículo por no mínimo 12 meses. O critério foi criado para evitar a compra de veículo com descontos para depois ser revendido a preço de mercado.

Como o carro fica vinculado ao nome da empresa, é essencial manter as documentações em dia, já que atrasos serão prejudiciais ao empreendimento e ao empreendedor. O desconto só é válido para veículos novos e zero.

O prazo de entrega do automóvel com desconto pode ser maior do que o normal.

Vantagens de ser um MEI

Gostou da informação? Esta é mais uma vantagem de ser um MEI. Entre outras, o autônomo paga menos impostos e pode contratar até 1 funcionário registrado.

O MEI trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário, desde que fature no máximo 81 mil reais por ano, não tenha participação em outra empresa como sócio, administrador ou titular. E tenha no máximo um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.