MEis receberão boletos com valores dobrados nos próximos meses; entenda

Quando a pandemia do Covid-19 se iniciou em março, os impostos mensais foram adiados por um período com o intuito de ajudar os Microempreendedores Individuais (MEIs). Mas, no mês de outubro, a conta da pandemia começou a chegar para o MEI e para todos os donos de pequenos negócios optantes do Simples Nacional.

MEis receberão boletos com valores dobrados nos próximos meses; entenda
MEis receberão boletos com valores dobrados nos próximos meses; entenda (Imagem: Google)

Cobrança dos valores dos tributos de meses anteriores

A partir do mês de outubro, a Receita Federal inicia a cobrança dos valores dos tributos que tinham data de vencimento nos meses de março, abril e maio, sendo assim, em outubro, novembro e dezembro, os valores dos boletos virão em dobro por causa do retroativo acumulado.

Uma orientação dada pelo Sebrae que precisará ser seguida pelos empreendedores. Se organizar a fim de cumprir com essa obrigação sem o pagar os juros ou correr o risco de perder as vantagens oferecidas pelo regime tributário simplificado.

Micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional

As micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional voltaram a realizar o pagamento das guias mensais referentes aos meses de apuração correspondentes ao mês de julho.

Pagamento cumulativo da guia do mês

Nos meses de julho, agosto e setembro também já realizaram o pagamento cumulativo da guia do mês com o ICMS e ISS dos meses de abril, maio e junho, respectivamente, que foram adiadas por três meses.

Emissão dos boletos com novos valores

Para as pessoas que são formalizadas como MEI, é possível conferir e imprimir o boleto pelo site. Acesse o portal e clique na opção ‘Já Sou MEI’ e selecione o ícone ‘Pague sua Contribuição Mensal’.

O valor que deve ser pago possuirá a variação de R$52,25 a R$58,25, montante que virá com valor dobrado. Vale ressaltar que a data de vencimento é todo dia 20. 

A Receita Federal divulgou que as empresas inscritas no Simples Nacional não serão excluídas por débitos tributários este ano.

Mas, é importante se manter em dia, pois o não pagamento pode acarretar em algumas consequências, como por exemplo a impossibilidade de emissão de certidões negativas e impedindo a participação da empresa em licitações.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.