MEI: Saiba como comprar um carro com até 30% de desconto através de seu CNPJ

Além dos empreendedores, os Microempreendedores Individuais (MEI) também podem comprar carros com até 30% de desconto. Essa redução é oferecida diretamente pelas montadoras, por meio de desconto do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

publicidade
MEI: Saiba como comprar um carro com até 30% de desconto através de seu CNPJ
MEI: Saiba como comprar um carro com até 30% de desconto através de seu CNPJ (Imagem/Reprodução Google)
publicidade

Quando os donos e donas de empresas desejarem fazer a compra, é importante que pesquisem se a montadora onde se deseja adquirir o veículo possui a política de vendas diferenciadas para empresas. Renault, Volkswagen, Chevrolet e Fiat são exemplos de montadoras no Brasil que operam com a modalidade de venda direta.

Mas não são todas que irão oferecer um grande desconto. Não existe um valor preestabelecido. Cada uma dessas empresas de carro é que decidirá quanto concederá aos seus clientes. O percentual da redução pode variar de 2,5% a 30%. Aqueles que forem direcionar veículos para o uso direto no trabalho podem conseguir descontos maiores.

Caso opte por indicar o uso no trabalho, o empreendedor precisa estar ainda mais atento em relação a documentação do veículo. Isso porque o mesmo será vinculado diretamente à empresa. Se houver falta de regularização, as restrições podem ser lançadas, além de no nome do empresário, no da empresa.

A fim de evitar que esse benefício seja usado para revenda de veículos, o Conselho Nacional de Política Fazendária criou uma regra: o cliente que comprar um carro com esse tipo de desconto, precisa permanecer com o veículo por um prazo mínimo de 12 meses.

Como pré-requisito para desfrutar do desconto, o carro que se deseja comprar deve ser 0km. 

AvatarThaisa Gabriela
Thaisa Gabriela é formada em jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Possui experiência como assessora de comunicação pela Prefeitura da Cidade do Recife e Fundação Joaquim Nabuco. Atualmente dedica-se à redação do portal FDR.