Bolsonaro garante queda no preço do arroz em decorrência de importação do governo

Neste último sábado (10), o presidente Jair Bolsonaro relatou que o arroz deve ter em breve uma redução no preço. Isto aconteceria porque o país estaria importando milhares de toneladas do alimento. Ele também indicou que o cereal teve aumento por conta da alta de consumo do alimento por conta da pandemia.

Bolsonaro indica que o arroz terá queda no preço por conta de uma futura importação do governo
Bolsonaro indica que o arroz terá queda no preço por conta de uma futura importação do governo (Imagem: Freepik)

O presidente afirmou pelas redes sociais a chegada de grande quantidade do cereal, conforme apurado pelo Estadão Conteúdo.

“Na questão da inflação, cesta básica, eu conversei com a ministra Tereza Cristina Agricultura esta semana e ela disse que está chegando no Brasil não sei quantas mil toneladas de arroz, tivemos que importar e vai dar uma diminuída nos preços do arroz”, relata a uma apoiadora.

“Vem uma supersafra agora no final do ano, começo do ano que vem. Como a gente sabe disso? Pelo volume de crédito do Banco do Brasil”, complementa.

O motivo do aumento, segundo o presidente, seria por conta da alta procura do alimento e também por conta do impulso econômico do auxílio emergencial, que aumentou o consumo. Por conta da fase de quarentena, ele também indica que a população realizou mais estoque durante a quarentena.

“Isso aí empurra o preço para cima. Hoje mesmo falei com o Paulo Guedes ministro da Economia, hoje mesmo conversei com o Roberto Campos presidente do Banco Central”, argumenta.

“No caso da inflação; pessoal, eu sei que é duro! O cara diz, ah, o cara é presidente, tá ganhando bem, tá até barrigudo, é fácil falar paciência. Mas não tem outra alternativa, pô! Vamos ter que enfrentar isso aí.”, desabafa.

O preço da soja

Além do comentar sobre o problema do arroz, Bolsonaro também afirmou que entrará em contato com Tereza Cristina para discutir a situação. No entanto, assegurou que não irá dar “carteirada” sobre o preço.

“Nós não vamos interferir em nada, dar carteirada, exigir, tabelar nada. isso não existe. Já com a Tereza Cristina, ela está promovendo um grande encontro com os grandes produtores de soja do Brasil para ver como é que fica esta questão para atender o mercado interno”, finaliza.

No porto de Paranaguá, por exemplo, a soja registrou o valor expressivo de 159,22 pela saca. Além disso, a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) teve alta de 2,12% para 2,47%, segundo o Focus de hoje (13).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA