Veja como se prevenir de abusos nos preços durante o dia das crianças

O Dia das Crianças está chegando, e para aqueles que estão em busca de presentes para a garotada, é preciso ficar atento ao preço dos produtos. Uma pesquisa realizada pela Fundação Procon São Paulo, por meio do Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor, mostrou que em cinco sites de lojas, foram encontradas diferenças de preços de até 190% em relação a brinquedos. 

Veja como se prevenir de abusos nos preços durante o dia das crianças
Veja como se prevenir de abusos nos preços durante o dia das crianças (Imagem: reprodução Google)

A pesquisa foi realizada em cinco sites diferentes. São esses: Americanas, Carrefour, Extra, Magazine Luiza e Ri Happy. Desse modo, foram comparados os preços de um total de 70 produtos, de diferentes tipos e modelos. Sendo assim bonecas e bonecos, jogos e massas de modelar. 

A exemplo, um dos brinquedos comparados, chamado Super Massa Frutas da Estrela, foi encontrado no site de um dos estabelecimentos por R$ 18,99, enquanto que em outro, por R$ 55,00. Uma diferença de preço de R$ 36,01. 

Conforme texto divulgado no documento, a proposta da pesquisa em sites é justamente por conta do momento de pandemia provocado pelo coronavírus. Onde as pessoas devem evitar sair de casa, além do incremento nos últimos meses das compras virtuais. 

Como evitar gastar muito?

Quem tem o interesse em comprar um presente para as crianças, mas sem gastar muito, deve assim estipular alguns critérios. É possível pensar no orçamento e estabelecer um valor de compra para o produto desejado. 

Dia das Crianças, aliás, não significa necessariamente comprar brinquedos. Dá para curtir a data comemorativa usando a criatividade, caprichar na diversão, conversar e estar presente com as crianças. 

Mas, para quem não quer deixar de registrar o momento com aquela lembrança, o Procon São Paulo deixou algumas dicas importantes a serem consideradas no momento da compra.

Dicas do Procon-SP para as compras do Dia das Crianças:

– Faça uma criteriosa pesquisa de preços, levando em conta o custo do frete. O levantamento prévio é importante até na hora de negociar com o filho a possível troca do brinquedo por outro tipo de presente. Mas sempre considere a idade, o interesse e a habilidade da criança;

– Verifique se o site apresenta informações adequadas, claras e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, quantidade, origem, composição, preço e garantia;

– Pesquise se o produto é certificado pelo Inmetro, que indica se o produto foi fabricado e comercializado de acordo com as normas técnicas;

– Avalie as formas de pagamento, sempre priorizando o pagamento à vista, evitando parcelamentos com juros, que futuramente podem pesar no orçamento;

– Antes de finalizar a compra, tenha certeza que o site é seguro e verifique a política de troca. Nas compras via internet, o consumidor tem o direito de se arrepender e cancelar a compra em até sete dias após recebimento do produto;

– Verifique com atenção, antes de finalizar a compra, se seu endereço está correto, se o preço e as condições de pagamento foram os mesmos anunciados, prazo de entrega, dentre outros detalhes;

– Escolha sites que informam o CNPJ, endereço físico e telefone para contato.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.