PIX: Nova solução de pagamentos pode fazer bancos perderem 8% de suas receitas; entenda

Nesta quarta-feira (7), a agência Moody’s revelou as instituições bancárias podem ter até 8% de perda financeira por conta das tarifas oferecidas pelo sistema de pagamento Pix. Por meio das tarifas já existentes, os bancos tiveram lucro por volta de R$ 35 bilhões no ano passado.

Nova solução de pagamentos, o Pix, pode fazer bancos perderem 8% de suas receitas
Nova solução de pagamentos, o Pix, pode fazer bancos perderem 8% de suas receitas (Imagem: Reprodução/Google)

O motivo da perda seria porque os bancos cadastrados no sistema costumam cobrar taxas fixas na transferência entre contas individuais. No entanto, o Banco Central (BC) estabeleceu que as pessoas físicas ou microempreendedores não terão taxas extras durante o uso. Como resultado, confirmaria essa perda estimada.

Desde 2017, as transações por TED tiveram alta de 31%. Com a potencial transação dos clientes para o novo sistema de pagamentos, poderia enfraquecer outras formas tradicionais.

“Nos dados de 12 meses até junho de 2020, estimamos que os bancos podem perder até 8% de sua receita de taxas devido à isenção da taxa de transferência do TED, aponta.

Além disso, a agência apontou que as instituições financeiras tendem a cobrar taxas de transação instantânea e, dessa forma, o Pix pode representar perda nas transações individuais. “O sistema Pix permitirá a liquidação de banco a banco, que tem um potencial de uso mais amplo do que o existente em aplicativos de pagamento instantâneo”.

“As instituições financeiras que oferecem o produto Pix continuarão a poder cobrar taxas de empresas que receberem ou fizerem pagamentos via Pix, mas não esperamos que isso compense taxas perdidas de transações individuais”, complementa.

Milhões de cadastrados esta semana

O sistema Pix terá o funcionamento de forma oficial no dia 16 de novembro, no entanto, os cadastros já foram liberados a partir dessa semana. Somente nos três primeiros dias, O BC contabilizou 16,6 milhões de cadastros. Ontem (7) teve o registro de 6,5 milhões de pessoas cadastradas.

O sistema proporcionará diversos benefícios aos cadastrados, como a possibilidade de transação instantânea e transferências 24 horas por dia, durante toda a semana. Todas essas ações poderão ser feitas diretamente do celular. Sendo assim, o Pix oferece mais facilidade e menos custo aos usuários.

AvatarSilvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.