FGTS emergencial: Vale a penar sacar R$1.045 do fundo de garantia?

Autorizado pela Medida Provisória nº 946/2020 como parte das medidas adotadas pelo Governo Federal para combater os impactos da pandemia, está disponível desde 29 de junho o saque emergencial do FGTS, de acordo com calendário pré-estabelecido. Tem direito ao saque, no valor de até R$ 1.045, os trabalhadores titulares de conta do FGTS com saldo, mesmo que tais contas estejam inativas. Mas afinal de contas, vale à pena efetuar o saque?

FGTS emergencial: Vale a penar sacar R$1.045 do fundo de garantia?
FGTS emergencial: Vale a penar sacar R$1.045 do fundo de garantia? (Imagem: Montagem / FDR)

Se você tem dívidas, está utilizando o limite do cheque especial ou pagando o mínimo da fatura do cartão de crédito, sem duvida vale à pena sacar. É uma oportunidade para quitar suas dívidas e sair do vermelho.

Outra situação em que se torna vantajoso o saque é se você não tem uma reserva de emergência. Em momentos de crise como esse com redução de salários, perda de receitas e demissões, ter uma reserva de emergência faz toda a diferença, pois evita que você recorra a empréstimos.

Entretanto, se não é essa sua situação, alguns fatores devem ser levados em consideração. O fundo supera a poupança com rendimentos de 3% a.a. com possibilidade de distribuição de lucros e, atualmente, rende 133% do CDI, se mostrando um bom investimento.

Por outro lado, o FGTS tem suas desvantagens em termos de liquidez, ou seja, não é um recurso que você possa sacar a qualquer hora.

Então se você quer utilizar esse recurso para criar a sua reserva de emergência, que lhe daria maior liquidez, procure opções de investimento como o tesouro Selic, que segue a taxa de juros e não perde o rendimento em caso de saque antecipado. Faça uma pesquisa e considere seu perfil de investidor e horizonte de tempo.

Ressaltamos que, nesse primeiro momento, o recurso só pode ser utilizado para pagamento de boletos, contas ou efetuar compras com o cartão de débito virtual ou QR Code em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos.

O saque em espécie obedecerá ao calendário da CAIXA, de acordo com o seu mês de aniversário.

O pagamento do saque do FGTS será feito exclusivamente por meio de crédito em poupança social digital, que será aberta automaticamente e você poderá utilizar por meio do aplicativo CAIXA Tem.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.