PIX: Banco Original não irá cobrar tarifas para operações de empreendedores

O Banco Central (BC) deu início ao cadastro dos clientes para o novo sistema de pagamento, o Pix. A ação teve início ontem (5) e foram registrados mais de 3,5 milhões de cadastros pelas instituições bancárias. Dessa parcela total, 100 mil cadastros foram registrados pelo Banco Original. Como forma de atrair ainda mais pessoas, a empresa afirma que não realizará cobrança aos empreendedores para as transações.

Banco Original não irá cobrar tarifas para operações de empreendedores pelo Pix
Banco Original não irá cobrar tarifas para operações de empreendedores pelo Pix (Imagem: Reprodução/Google)

O Banco Original está realizando grande investimento para o início do sistema Pix no Brasil. Foram investidos R$ 12 milhões por meio de esforços de 40 desenvolvedores. Quando tiver o início oficial, no dia 16 de novembro, os empreendedores poderão utilizar o sistema por meio da instituição sem se preocuparem em terem gastos extras nas transações.

O diretor executivo de Tecnologia, Produtos, Operações e Open Banking do Banco Original, Raul Moreira, destaca a importância de se oferecer vantagens para a parcela empreendedora da população, durante essa transição.

Os empreendedores são um dos nossos principais públicos no Original. Fomos um dos primeiros a facilitar o acesso à conta jurídica para eles e não poderíamos deixar de oferecer esse serviço tão importante e inovador, quanto o PIX”, afirma ao Valor.

Além disso, ele revelou que 200 mil interessados foram registrados durante a fase de cadastramento prévio. Moreira alega que o resultado positivo foi devido aos esforços da empresa em esclarecer e divulgar sobre o sistema Pix para a população.

“Isso confirma que o PIX é uma oportunidade para os bancos digitais ampliarem seu poder de competição e atrair clientes”, comenta.

O Pix como forma de digitalizar a sociedade durante a crise

Sobre a situação atual de pandemia, Moreira aponta o desafio que esse novo sistema de pagamento, o Pix terá para resolver o problema da sociedade.

“Pandemia aflorou a discussão da população excluída tanto digitalmente quanto financeiramente. Inclusão financeira e digital são desafios de todos nós. Quanto mais rápido a gente conseguir acabar o papel moeda, traz um impacto enorme para a sociedade”, diz, conforme relatado pelo TudoCelular.

“A pandemia, para o uso intensivo de tecnologia, foi positiva. Mas por outro lado aflorou um problema. Falam-se em 45-50 milhões de excluídos. E o PIX vem como mais uma ferramenta para tentar atuar neste contexto e resolver esse problema social”, completa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA