FGV mostra crescimento de 0,89% na inflação para os mais pobres no mês de setembro

Hoje (6) Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou em relatório o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1). O resultado confirmou que a inflação teve alta de 0,89% em setembro. Em agosto, o ponto percentual foi menor em 0,34, com a taxa de 0,55%. Na indicação da variação durante 2020, o aumento foi de 3,13%. Já na avaliação dos últimos 12 meses, o registro foi de crescimento de 4,45%.

FGV mostra crescimento de 0,89% na inflação para os mais pobres no mês de setembro
FGV mostra crescimento de 0,89% na inflação para os mais pobres no mês de setembro (Imagem: Reprodução/Google)

O índice calcula a mudança no preço de serviços e produtos entre as famílias que possuem renda entre um e dois salários mínimos e meio. No dia 6 de novembro deste ano será divulgada os próximos resultados do IPC-C1.

Das oito classes de despesa do índice, três apresentaram crescimento nas taxas de variação. As que tiveram alta foram a de Alimentação (0,76% para 2,23%), Educação, Leitura e Recreação (0,09% para 2,44%) e Vestuário (-0,42% para 0,12%).

Dessas classes citadas, a FGV destacou os itens de arroz e feijão (1,02% para 10,64%), passagem aérea (2,77% para 39,19%) e roupas (-0,54% para 0,12%).

Por outro lado, os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (0,61% para -0,10%), Habitação (0,61% para 0,54%), Comunicação (0,12% para 0,04%), Transportes (0,68% para 0,61%) e Despesas Diversas (0,58% para 0,26%) apresentaram uma diminuição.

Com relação às despesas dessas classes, os itens mencionados em destaque foram de médico, dentista e outros (0,57% para -1,49%), serviços bancários (0,81% para 0,08%), tarifa de eletricidade residencial (1,00% para 0,22%), mensalidade na Tv por assinatura (0,44% para 0,07%) e gasolina (2,68% para 1,67%).

Resultado das classes em 2020

Sobre a variação durante este ano, o resultados foram: Alimentação (3,13%), Habitação (2,14%), Vestuário (-0,99%), Saúde e Cuidados Pessoais (2,69%), Educação, Leitura e Recreação (0,72%), Transportes (-0,06%), Despesas Diversas (2,00%) e Comunicação (1,80%). A variação média de todas as classes somadas foi de 3,13%.

Variação nos últimos 12 meses

Na variação entre setembro de 2019 e setembro de 2020 o resultado foi: Alimentação (12,70%), Habitação (1,39%), Vestuário (-0,15%), Saúde e Cuidados Pessoais (3,32%), Educação, Leitura e Recreação (1,52%), Transportes (1,09%), Despesas Diversas (6,46%) e Comunicação (1,94%). Na variação média, a porcentagem foi de 4,54%.

Para conferir o resultado detalhado, confira o Press Release disponível neste link.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA