INSS tem até HOJE (05) para decidir como a perícia médica por telemedicina vai funcionar

Fim da linha para o INSS. Conforme determinado pelo Tribunal de Contas da União, administração do Instituto Nacional do Seguro Social tem até esta segunda-feira (05) para definir como funcionará as perícias médicas online. O serviço de telemedicina foi sugerido como alternativa mediante a crise do novo coronavírus, mas ainda não há previsão de instalação por parte do órgão.   

INSS tem até HOJE (05) para decidir como a perícia médica por telemedicina vai funcionar (Imagem: Google)
INSS tem até HOJE (05) para decidir como a perícia médica por telemedicina vai funcionar (Imagem: Google)

No último dia 14, o INSS reabriu as portas de suas agências para atendimentos presenciais. Porém, as perícias médicas permaneceram suspensas gerando filas ainda maiores na concessão de benefícios.

De acordo com o cronograma publicado pelo órgão, o retorno das atividades de saúde deveria ter ocorrido no último dia 15, mas os profissionais se negaram a fazer os exames. 

Desse modo, o INSS passou a enfrentar um embate político com a Associação de Peritos para definir a data de retorno das atividades. Sem resolução ou possibilidade de comum acordo entre ambos, o TCU solicitou que o instituto passasse a funcionar através da telemedicina. 

Tendo em vista o risco de contaminação por covid-19, utilizado como justificativa para a suspensão das perícias presenciais, o TCU sugeriu que o serviço passasse a ser feito online. A ideia é que os médicos façam suas consultas por vídeo conferência.

No que diz respeito aos exames, foi sugerido que os segurados realizem com outros profissionais de sua escolha e apenas apresente ao INSS para validar o laudo.  

Nova crise do INSS 

Mediante este cenário, atualmente há cerca de 800 mil pedidos de benefícios esperando a realização dos exames. Desse total, ao menos 180 mil pessoas já entraram na justiça e a expectativa é que este número aumente.  

O INSS ainda não se pronunciou a respeito da proposta de telemedicina e não se sabe qual será a atitude tomada para conter o número de atrasos.

É válido ressaltar que esse embate vem sendo realizado desde o mês de abril, quando foi sugerida pela primeira vez as consultas por acesso remoto.  

Mediante a pressão do TCU, espera-se que até o fim do dia a administração do órgão publique uma nota explicando como serão os atendimentos ao longo das próximas semanas. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA