IPVA 2021: Calendário de pagamento do tributo no Rio Grande do Sul é divulgado

Nesta terça-feira (29), o Governo do Rio Grande do Sul divulgou o calendário de pagamento para o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2021. As diretrizes serão iguais às deste ano. O vencimento será em abril e haverá possibilidade de parcelamento. As informações foram feitas em decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Calendário de pagamento do IPVA 2021 no Rio Grande do Sul é divulgado
Calendário de pagamento do IPVA 2021 no Rio Grande do Sul é divulgado (Imagem: Maicon Hinrichsen / Palácio Piratini)

Os moradores que desejarem parcelar os veículos poderão concluir o pagamento em três vezes. A primeira parcela terá o limite até o dia 29 de janeiro. O segundo pagamento deverá acontecer até 26 de fevereiro. A terceira e última será até 31 de março. Além disso, quem preferir o pagamento antecipado poderá realizar até o dia 30 de dezembro de 2020.

Com relação ao vencimento, acontecerá em abril, mas de acordo com o número final da placa. A última data será no dia 26 de abril de 2021.

Até 30 de novembro será publicada a base de cálculo do imposto para o ano seguinte. As informações adicionais devem ser anunciadas em dezembro.

Aprovação do parcelamento em até 10 vezes

Além do anúncio das datas de pagamento, foi também publicado a sanção do Projeto de Lei 84/2020, para o pagamento do IPVA em até 10 vezes. O PL foi de autoria do deputado tenente-coronel Zucco (PSL).

No dia 2 de setembro houve a aprovação na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, com sanção posterior do governador Eduardo Leite. Como resultado, o motorista terá a opção de decidir realizar o pagamento parcelado ou em conta única.

Pagamento do IPVA em blitz

Em agosto, o Governo do Estado havia sancionado o Projeto de Lei 45/2020 que permite ao motorista o pagamento do imposto em uma possível abordagem em blitz. Dessa forma, o contribuinte poderá evitar a apreensão do veículo e gastos extras nas diárias do depósito.

“O IPVA é uma forma de arrecadação para sustentar serviços públicos, o que é fundamental para a sociedade gaúcha, mas não tem a intenção de apreender veículos e causar custos da remoção e das diárias de depósito, num sentido punitivo exacerbado. Agora, vamos levar a ideia a efeito.”, afirmou o governador Eduardo Leite.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA