Prefeitura de BH decide por ensino híbrido e contenção dos alunos na volta às aulas

Apesar de não ter definido uma data para que as aulas presenciais retornassem em Belo Horizonte (BH), o protocolo de regras de segurança já foi elaborado pela prefeitura. 

Prefeitura de BH decide por ensino híbrido e contenção dos alunos na volta às aulas
Prefeitura de BH decide por ensino híbrido e contenção dos alunos na volta às aulas (Imagem: Reprodução Google)

Com a intenção de evitar aglomerações e os riscos de contágio da Covid-19, os estudantes devem ir para as escolas em dias alternados, com aulas presenciais e a distância.

A Secretaria Municipal de Educação (Smed), confirmou que o protocolo tem o chamado de ensino híbrido. O documento ainda espera o aval do Comitê de Combate à Covid-19.

Isso, pois os médicos é que irão definir qual o momento certo para que as aulas retornem na rede de ensino, levando em consideração os índices de transmissão do novo coronavírus.

Essa nova forma de conduzir o ensino deve valer para todas as 323 instituições de educação da rede pública municipal, que são compostos por 221 mil alunos nos ensinos infantil e fundamental. 

De acordo com a subsecretária de Educação, Natália Araújo, “Não tem jeito de ser normal mais. Vai ser uma realidade nova para todas as redes de ensino. Parte dos alunos vai ficar em casa e outra na escola. Eles vão se revezar”.

Ainda segundo ela, o ensino com dias alternados vai ser adotado respeitando o distanciamento de 2 metros dentro das salas. 

Já em casa, as crianças e adolescentes vão ter o aprendizado remoto, que será realizado por meio dos conteúdos enviados por Whatsapp e plataformas digitais.

Aqueles alunos que não tiverem acesso a internet vão receber o seu material impresso. Além disso, outras regras de seguranças serão adotadas, os alunos não vão ter o tradicional recreio com a presença de todas as turmas. Porém, não quer dizer que as aulas não terão uma pausa.

A cada 45 minutos dentro da sala, os alunos terão 15 minutos para ir até o banheiro e tomar água. 

O horário de recreio vai ser alternado entre as salas e as atividades ao ar livre terão um momento específico. 

Com isso, os estudantes de turmas diferentes não terão mais contato uns com os outros na escola.

Medidas sanitárias

A prefeitura decidiu que na portaria, os estudantes vão passar por tapetes sanitizantes e terão a sua temperatura aferida. 

Além de fornecer aos professores, funcionários e alunos quatro máscaras de proteção, cada e álcool em gel em vários locais das escolas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA