Goldman Sachs concede aporte de R$400 milhões para o Mercado Pago

Na última quinta (24), o Mercado Pago, fintech de pagamentos do Mercado Livre, divulgou que recebeu um aporte de R$400 milhões do Goldman Sachs. Os recursos serão destinados a divisão de crédito da Instituição, o Mercado Crédito , e possuem o intuito de expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que utilizem o Mercado Pago e o Mercado Livre.

Goldman Sachs concede aporte de R$400 milhões para o Mercado Pago
Goldman Sachs concede aporte de R$400 milhões para o Mercado Pago (Imagem: Google)

“O investimento da Goldman Sachs nos ajudará a seguir com o objetivo do Mercado Pago de democratizar o acesso aos serviços financeiros e ao crédito na América Latina. Grande parte dos vendedores que atua no Mercado Livre e no Mercado Pago é formada por micro e pequenas empresas que não possuem acesso ao sistema financeiro tradicional”, aponta Martín de los Santos, vice-presidente sênior do Mercado Crédito.

A fintech já havia passado por uma primeira rodada de financiamento no México, feita em dezembro do ano passado, no valor de US$125 milhões.

O investimento novo deve ser feito em um Fundo de Investimento de Direitos Creditórios (FIDC) e será usado pelo Mercado Pago com o objetivo de expandir a capacidade de concessão de créditos para capital de giro a empreendedores.

Esse é mais um movimento das fintechs a fim de diversificar negócios. O Easynvest, por exemplo, que atua como plataforma digital de investimentos, divulgou no dia 25 de setembro a decisão de entrar também no mercado de crédito, com empréstimos a partir de R$1 mil, para clientes da corretora, que podem usar os investimentos como garantia contra calotes.

Países que a fintech libera créditos 

A fintech libera crédito na Argentina, Brasil e México, países que já concederam mais de US$1 bilhão e mais de 1,3 milhão de contratos de créditos de capital de giro, conseguindo em torno de 600 mil vendedores.

No Brasil, em 2017 o Mercado Pago passou a disponibilizar acesso ao crédito e, desde então, foram dados mais de R$2,4 bilhões. Isso gerou um pouco mais de 1 milhão de contratos de crédito para 500 mil pequenas e médias empresas que vendem no Mercado Livre ou que usam soluções de pagamento do Mercado Pago.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA