Sebrae e Magalu se únem em projeto para impulsionar vendas online de 100 mil empresas

A união do Sebrae e do Magazine Luiz tem como objetivo ajudar micro e pequenas empresas com as vendas online durante a pandemia. O programa inicialmente foi aplicado em São Paulo e Pernambuco, e agora será expandido para todo o Brasil.

publicidade
Sebrae e Magalu se únem em projeto para impulsionar vendas online de 100 mil empresas
Sebrae e Magalu se únem em projeto para impulsionar vendas online de 100 mil empresas. Imagem/Reprodução Google
publicidade

As vendas online têm aumentado bastante durante a pandemia, tanto pela facilidade de compra por parte do cliente, quanto pela diversidade de produtos ofertados virtualmente.

O acordo foi fechado entre o Sebrae e o Magazine Luiza em abril desse ano, no início da pandemia e, resultando na criação do programa Parceiro Magalu.

Meta

Só em São Paulo e Pernambuco o programa ajudou 1.500 empresas. Agora, nacionalmente falando o objetivo é alcançar 100.000 até o final do ano de 2021.

O Programa

A ideia é ajudar essas empresas a vender no mundo virtual. Para isso, o Sebrae criou um Guia de Marketplace com dicas.

Acessando o site, o empresário responde a um questionário sobre seus serviços e a forma como quer ser inserido no Marketplace. Então é direcionado para as melhores opções aos seus interesses.

É possível encontrar indicações de onde começar a vender, como começar a vender e mais, tudo com base no perfil da empresa.

“Primeiramente, o empreendedor faz um diagnóstico do nível de digitalização do negócio e, a partir daí, são oferecidas diversas soluções para atender as demandas específicas que ele tem para se inserir no ambiente digital, inclusive a possibilidade dos canais de marketplaces”, disse o analista de competitividade do Sebrae Flávio Petry.

Outro recurso do programa são os cursos online que o Sebrae está disponibilizando a esses empresários.

 Mas, o que é um marketplace?

Sabe o conceito de shopping? Aquele lugar em que encontramos lojas variadas, produtos e serviços diversos. Então, o marketplace é isso, só que virtual, neles as lojas oferecem seus produtos e são intermediadas por empresas maiores, no caso o Magazine Luiza.

Para entrar em um marketplace o empresário precisa pagar uma comissão toda vez que uma venda for realizada.

É uma ação vantajosa para todos os lados, os pequenos empresários vendem, a empresa de marketplace ganha com a venda e o comprador tem um ambiente seguro para efetuar sua compra. Outro exemplo de marketplace é o Mercado Livre.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.