Nesta quinta-feira (17), a Caixa Econômica Federal começará a pagar a sexta parcela do auxílio emergencial com o novo valor de R$300 aos beneficiários do Bolsa Família. O anúncio de novas quatro parcelas do auxílio com valor reduzido foram anunciadas pelo presidente da república Jair Bolsonaro (sem partido), no dia 1º de setembro.

publicidade
Bolsa Família dá início a 6ª parcela do auxílio emergencial nesta quinta-feira
Bolsa Família dá início a 6ª parcela do auxílio emergencial nesta quinta-feira (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

O auxílio emergencial está sendo pago desde abril, quando o país aderiu às restrições sociais com o intuito de prevenir a contaminação do novo coronavírus. A princípio, seriam apenas três parcelas de R$600 pagas até junho.

Porém, com o aumento de casos de Covid-19 no país as restrições de isolamento social continuarão e as parcelas forram prorrogadas por mais dois meses, sendo pagas até agosto. No início de setembro o presidente anunciou mais uma prorrogação até dezembro.

Dessa maneira, os beneficiários irão receber mais quatro parcelas, porém com o valor reduzido para R$300.

Além disso, o governo informou que não serão mais aceitos novos cadastros, portanto, quem não foi aprovado não terá mais nenhuma chance de receber o valor.

O auxílio emergencial é destinado aos trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e beneficiários do Bolsa Família. Esses últimos recebem o pagamento de acordo com o calendário do programa social.

Para receber é necessário ter mais de 18 anos ou ser mãe adolescente, não ter nenhum emprego formal, não ser beneficiário do INSS e ter uma renda familiar mensal de até três salários mínimos. As mães chefes de família monoparental recebem o dobro do valor.

Calendário de pagamento do Bolsa Família

Final do NIS Pagamento
1 17/09
2 18/09
3 21/09
4 22/09
5 23/09
6 24/09
7 25/09
8 28/09
9 29/09
0 30/09

Quem vai receber as novas parcelas do auxílio emergencial

As novas parcelas só serão pagas até dezembro, portanto, nem todos receberão as quatro cotas. Veja abaixo as possibilidades:

  • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em abril: receberá quatro parcelas de R$300, começando em setembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em maio: receberá três parcelas de R$300, começando em outubro;
  • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em junho: receberá duas parcelas de R$300, começando em novembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em julho: receberá uma parcela de R$ 300, começando em dezembro.

Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.