Nesta segunda-feira (14), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a reabertura de cerca de 547 agências da Previdência Social em todo o país.

publicidade
INSS: Agências do Rio de Janeiro voltam a funcionar sem perícia médica
INSS: Agências do Rio de Janeiro voltam a funcionar sem perícia médica( Foto: FDR)
publicidade

Ao todo, serão reabertas cerca de 1.600 agências. No estado do Rio de Janeiro, existem pelo menos 27 agências, mas somente 25 poderão retomar.

Na capital carioca serão quatro agências que vão reabrir hoje (14). No entanto, nenhuma delas vai ofertar o serviço de perícia médica

As unidades abertas serão da: Avenida Brasil, Miguel Lemos (Copacabana), Praça da Bandeira e Méier.

De acordo com Caio Figueiredo, gerente executivo do INSS no Rio, os serviços ofertados nas unidades serão os de:

  • Cumprimento de exigências;
  • Justificação administrativa ou judicial para comprovação do tempo de serviço;
  • Avaliação social; e
  • Reabilitação profissional.

“Quem tiver agendado a perícia médica para a próxima semana nas agências da capital não compareça porque não vai haver. É preciso remarcar o procedimento por meio do Meu INSS ou do telefone 135”, informou.

Os atendimentos só podem ser realizados para aqueles que fizeram agendamento. A ideia é evitar aglomerações, pois o número de servidores nas unidades será reduzido. 

“A gente precisa que a população esteja ciente de que não adianta ir para a porta das agências porque não vão poder ser atendidos. Vamos ter a Guarda Municipal e o CET-Rio na porta das agências da capital para evitar aglomerações. O serviço de triagem, que também chamamos de atendimento espontâneo, não vai poder acontecer neste momento.”, disse.

O serviço de drive thru que é utilizado para entrega de documentos complementares vai continuar disponível nas agências que já possuem as urnas.

As agências do Rio com a ferramenta são: da Cidade Nova, Campo Grande, Irajá, Maracanã, Barra da Tijuca e Nossa Senhora de Copacabana.

Aquelas que tiverem atendimento presencial e não disponham as urnas, os documentos devem ser entregues para os servidores.

No período de reabertura gradual, as agências funcionarão em horário reduzido, das 7h às 13h, seguindo os protocolos de segurança e higiene.

“Na entrada e permanência na agência é obrigatório o uso de máscara. Caso o segurado não tenha ou apareça com o item rasgado ou sujo, será fornecida uma máscara nova. Haverá também aferição de temperatura e distanciamento mínimo entre as pessoas’, destacou.

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.