Casa Verde e Amarela vai usar FGTS para financiar imóveis de até R$85 mil

Com o novo programa de financiamento habitacional, o Casa Verde e Amarela, será possível financiar imóveis de até R$ 85 mil nas pequenas cidades de até 50 mil habitantes. É um aumento de mais de R$10 mil no teto do financiamento.

publicidade
Casa Verde e Amarela vai usar FGTS para financiar imóveis de até R$85 mil
Casa Verde e Amarela vai usar FGTS para financiar imóveis de até R$85 mil (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

O Casa Verde e Amarela irá ampliar os valores dos imóveis que podem ser financiados pelo FGTS para as pequenas cidades. O objetivo é tentar reduzir a diferença no acesso às habitações entre as regiões brasileiras, principalmente na região Norte e Nordeste.

De acordo com o governo, as regiões Norte e Nordeste são as que têm menos pessoas que possuem a própria moradia, por isso, juros especiais de financiamento serão direcionados para essas regiões.

Os novos critérios de financiamento foram aprovados na última terça-feira (8) pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Segundo o Secretário-adjunto da Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira “O Norte e o Nordeste têm 40,3% dos municípios brasileiros e 88% desses municípios têm população abaixo de 100 mil habitantes”.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a região Norte recebeu 78% dos recursos nos últimos cinco anos, porém não foram usados por falta de demanda. Já a região Nordeste, há uma sobra de recursos de 23%.

Por esse motivo, a ampliação do limite de financiamento serve para todo o país, porém, tem como objetivo atingir as regiões Norte e Nordeste permitindo financiar casas de até R$85 mil em municípios com até 50 mil habitantes.

O novo programa do governo de Jair Bolsonaro irá substituir o Minha Casa Minha Vida criado na gestão petista com juros reduzidos entre 4,25% e 7,66% para a habitação popular.

Os juros para as regiões Norte e Nordeste também serão especiais, pois serão reduzidos em até 0,5%, sendo a menor cobrada entre as demais.

Essa proposta também foi aprovada pelo Conselho Curador do FGTS na última terça. Dessa maneira, no grupo 1 do programa habitacional para as famílias com renda mensal de até R$ 2 mil os juros vão de 4,25% a 5% ao ano no Norte e Nordeste. Enquanto que no resto do país, a taxa começa em 4,5% e vai até 5,25%.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.