Tarifa Social: Governo do Amazonas inclui MAIS 220 mil famílias como beneficiadas

Moradores de baixa renda no Amazonas contarão com novo suporte nas contas de energia elétrica. Nessa semana, o governo estadual informou que estará aumentando o número de pessoas beneficiadas por meio do projeto Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Cerca de mais de 220 mil famílias passarão a ser inclusas na pauta que gera descontos de até 65% na cobrança total de distribuição de luz.   

Tarifa Social: Governo do Amazonas inclui MAIS 220 mil família como beneficiadas (Imagem: Google)
Tarifa Social: Governo do Amazonas inclui MAIS 220 mil famílias como beneficiadas (Imagem: Google)

Diante dos efeitos e crise econômica motivada pelo novo coronavírus, o governo do estado da Amazonas vem desenvolvendo uma série de ações sociais para ajudar a população menos favorecida.

Entre as pautas anunciadas, o gestor Wilson Lima informou que o programa Tarifa Social, que atualmente conta com 170 mil famílias, receberá mais 220 mil cadastros.  

De acordo com ele, a decisão tem como motivação reduzir os impactos da pandemia e permitir que esse grupo se mantenha tendo acesso a direitos básicos. Além disso, Wilson frisou que com a necessidade do isolamento social, garantir a distribuição elétrica torna-se ainda mais relevante para a administração pública.  

“A missão do Governo do Estado é trabalhar por aquelas pessoas que mais precisam, por isso determinei que a Secretaria de Assistência Social se envolvesse em todas as etapas necessárias para a assinatura dessa cooperação, que vai possibilitar uma conta de luz mais barata para outras 220 mil famílias amazonenses. Nesse momento de pandemia, isso vai ser fundamental para dar uma segurança financeira a essas famílias”, avaliou Wilson Lima. 

Retomada da economia 

Já o secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony, ressaltou que a ampliação do projeto também poderá impulsionar a economia da região. Segundo ele, a decisão proporcionará uma maior rentabilidade para os contemplados que deverão garantir a circulação financeira nos comércios locais.  

São atitudes que não podem ser desfeitas, sob pena de causar um retrocesso na política pública do Estado. Estamos estimando, num primeiro momento, 400 mil famílias para serem beneficiadas com a Tarifa Social. Isso injeta dinheiro na nossa economia, gera riqueza para o nosso estado, e a gente espera que, com isso, todas as pessoas possam ter uma cidadania e uma qualidade de vida melhor”, disse Antony. 

Como se cadastrar na Tarifa Social 

Para poder ser um dos contemplados, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e ter uma renda familiar per capita de até meio salário mínimo. Pessoas com mais de 65 anos ou com deficiências que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) também serão priorizadas.  

Por fim, serão aceitas também famílias inscritas no CadÚnico, com renda mensal de até três salários mínimos, desde que tenha uma pessoa portadora de deficiência com tratamento especial.  

“Esse Cadastro Único vai ser repassado para a Amazonas Energia, que vai inserir essas famílias no desconto. São as pessoas, as famílias que possuem baixa renda, também aquelas pessoas que têm o BPC, que são a prestação continuada, e também as que utilizam aparelhos respiratórios em sua residência. Caso haja algum problema da família, com o nome de quem recebe o Bolsa Família, basta ir até a Amazonas Energia e fazer a atualização”, explicou a titular da Seas, secretária Maricília Costa. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA