INSS autoriza correção do auxílio-doença pedido na pandemia; veja novo cálculo! 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou que vai pagar um valor a mais para quem recebeu antecipação do auxílio-doença. A medida é válida para os beneficiários que receberam no valor de um salário mínimo (R$ 1.045), no entanto, tinham direito a mais do que isso.

INSS autoriza correção do auxílio-doença pedido na pandemia; veja novo cálculo! 
INSS autoriza correção do auxílio-doença pedido na pandemia; veja novo cálculo! (Imagem: montagem FDR)

Por consequência da pandemia de coronavírus, as agências do INSS estão fechadas e não é possível realizar as perícias médicas.

Entretanto, a Previdência Social realizou a antecipação do pagamento do auxílio aos trabalhadores que precisaram se afastar do trabalho. O valor foi de apenas R$ 1.045. 

Com a medida do INSS, os segurados deveriam ter recebido mais do que o salário mínimo, vão receber a diferença dos valores em outubro.

A decisão é válida para os trabalhadores que tiveram o afastamento encerrado até 2 de julho. Não será necessário fazer um novo requerimento.

Segundo a Previdência, o status do crédito e os valores para quem pediu a antecipação e que tem direito ao pagamento da diferença podem ser acompanhado pelo Meu INSS, site e aplicativo, ou pelo telefone 135. A reabertura das agências do INSS está prevista para 14 de setembro. 

Antecipação do auxílio-doença durante a pandemia 

Devido ao fechamento das agências da Previdência Social, os trabalhadores que precisam do auxílio-doença puderam realizar a antecipação do benefício sem perícia médica. 

Basta anexar uma cópia do atestado médico na hora de pedir o benefício. O pedido é feito pelo site ou aplicativo Meu INSS. Um perito avalia esse documento e, se estiver dentro das regras estabelecidas, libera a antecipação de R$ 1.045. 

Entre as exigências para o envio do atestado médico estão: 

  • Estar legível e sem rasuras; 
  • Ter a assinatura do profissional emitente e carimbo de identificação, com registro do respectivo conselho de classe; 
  • Conter as informações sobre a doença ou CID (Código Internacional de Doenças); 
  • Ter o período estimado de repouso necessário

Meu INSS

O Meu INSS é um aplicativo disponibilizado pelo Governo Federal, para que pensionistas e aposentados acessem diversos serviços sem ter a necessidade de ir até um dos postos de atendimento.

Serviços antes que só eram acessados em uma das agências do INSS, agora está disponível em qualquer dispositivo eletrônico. Para isso, basta baixá-lo em um celular ou tablet e fazer o seu cadastro.

O segurado tem acesso a extratos de vários serviços, por exemplo, extratos de Imposto de renda, extratos de Empréstimos Consignados, e extratos de qualquer outro benefício que o cidadão estiver recebendo.

O aplicativo está disponível para celulares com sistemas operacionais IOS ou Android. Acesse as lojas dos aplicativos e baixe o Meu INSS.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.