Sebrae divulga pesquisa com número de fechamento dos bares e restaurantes na pandemia

Durante a pandemia muitas empresas tiveram que fechar por causa do isolamento social e a calamidade pública vivida pelo país. O Sebrae divulgou, no dia 28 de agosto, uma pesquisa que mostra que 7% dos bares e restaurantes tiveram que encerrar os negócios devido ao Coronavírus.

Sebrae divulga pesquisa com número de fechamento dos bares e restaurantes na pandemia
Sebrae divulga pesquisa com número de fechamento dos bares e restaurantes na pandemia (Imagem: Reprodução/Google)

O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) realizou uma pesquisa em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), para analisar os impactos da pandemia de Covid-19 no setor de bares e restaurantes.

De acordo com os dados divulgados 92% das empresas tiveram queda no faturamento e apenas 4,5% dos donos de bares e restaurantes entrevistados afirmaram ter tido crescimento no faturamento durante esse período.

Essas empresas que tiveram aumento no faturamento são aquelas que já possuíam o serviço de Delivery ou se adaptaram a essa modalidade. Mesmo assim, o rendimento não foi tão alto como de costume, já que muitos brasileiros ficaram desempregados durante esse período.

Os comércios de alimentação que não conseguiram aderir a entrega de comidas tiveram o rendimento reduzido a zero e, portanto, a única alternativa foi fechar as portas.

Ainda segundo a pesquisa, 6,7% dos donos de bares e restaurantes decidiram encerrar o negócio permanentemente, devido à crise econômica instaurado no país por causa no novo coronavírus.

Outro ponto negativo diante dessa pesquisa é o número de desemprego. De acordo com os dados do Sebrae, 18,5% dos donos de bares e restaurantes entrevistados afirmaram que tiveram que demitir seus funcionários de carteira assinada.

Além disso, 50,8% dos empresários possuem alguma dívida em atraso; 25,5% possui dívidas, porém estão conseguindo pagar e manter em dia; e, apenas 23,7%, afirmou não possuir nenhuma dívida ativa.

A pesquisa contou com 1.191 empresários de bares, restaurantes, cafeterias, lanchonetes, padarias, pizzarias e sorveterias de todos os estados brasileiros.

De acordo com o Sebrae 58% são micro e pequenos empresários; 39% microempreendedores Individuais (MEI); e 3% donos de médias ou grandes empresas.

De acordo com o superintendente do Sebrae, Afonso Maria Rocha, as empresas e negócios que oferecem alimentação fora de casa foram uma das mais atingidas durante a pandemia e são as que mais apresentam dificuldade para retomar, por esse motivo, há tantas que encerram os seus serviços.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA