CNH: Denatran prorroga mais uma vez prazo para emitir documento

O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) ampliou o prazo para a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Devido à pandemia do novo coronavírus, os candidatos que estão no processo de habilitação terão mais um ano e meio para concluir esta fase.

CNH: Denatran prorroga mais uma vez prazo para emitir documento
CNH: Denatran prorroga mais uma vez prazo para emitir documento (Imagem: Reprodução/Google)

Por causa da pandemia do novo coronavírus, o período para o processo de emissão da CNH foi ampliado de um ano para um ano e meio, ou seja, de doze meses para dezoito.

As pessoas que estavam realizando qualquer processo da CNH até o dia 19 de março tiveram o prazo de validade ampliado, conforme Deliberação 185/20 do Conselho Nacional de Trânsito e depois confirmado pelo Art.86 da Resolução 789/20.

Porém, devido à continuação da necessidade de permanecer o isolamento social, assim como a paralisação de alguns serviços do Denatran e dos Centros de Formação de Condutores, o prazo foi ampliado mais uma vez.

Os novos condutores terão mais dezoito meses para finalizar o processo da emissão da Carteira Nacional de Habilitação, já que os Departamentos Estaduais de Trânsito e os Centros de Formação de Condutores começaram a oferecer os serviços de forma gradual.

Segundo Frederico de Moura Carneiro, diretor-geral do Denatran, o órgão acreditou que a pandemia seria passageira, porém, está durante muito mais tempo do que era esperado.

Por isso, os prazos estabelecidos para a conclusão dos cursos de formação de condutores estão sendo revistos e alterados.

Todas as informações e detalhes sobre as mudanças devido à pandemia serão oficializados em breve e publicados no Diário Oficial da União (DOU).

Não é possível voltar a oferecer os serviços de forma integral, devido ao vírus. Pensando nisso, tudo está sendo pensado para não prejudicar os candidatos e nenhum Centro de Formação de Condutores, afirmou o diretor-geral.

Requisitos para emitir a CNH

  • Ter 18 anos completos;
  • Ser alfabetizado;
  • Possuir documento de identidade (RG);
  • Possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Possuir comprovante de residência.

Além disso, precisa ser aprovado no exame psicológico e de aptidão física e mental, nas provas de conhecimento de legislação de trânsito e prova prática de direção veicular.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.