5 erros para NÃO cometer quando abrir sua empresa

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quando abre uma empresa, apenas quatro em cada dez continua operando após cinco anos de funcionamento.

5 erros para NÃO cometer quando abrir sua empresa
5 erros para NÃO cometer quando abrir sua empresa (Imagem: Reprodução/Google)

Isso mostra que há erros contínuos sendo cometidos pelos empresários principiantes no mercado, como falta de planejamento e a falta de visibilidade sobre fluxo de caixa.

Caso você tenha interesse em iniciar seu próprio negócio, mas quer evitar fechar as portas veja abaixo o que leva empreendedores a falhar.

Os 5 principais erros ao abrir uma empresa

  1. Retirar todo o dinheiro do caixa da empresa

Mesmo sendo sua empresa é importante estabelecer um salário fixo. Dessa maneira, mesmo quando tiver um ganho maior o que sobrar do salário do proprietário e dos sócios ou empregados ficará em caixa.

Essa reserva é para ser usado quando a receita da empresa sofrer redução, assim, o que tem em caixa poderá servir para completar o salário fixado e não precisar fazer cortes de funcionários ou ficar sem ter lucros no mês.

Outra vantagem de ter esse dinheiro reserva é para eventuais problemas técnicos, como comprar de aparelhos danificados ou até mesmo a possibilidade de investir na sua empresa, caso tenha um valor alto no caixa.

  1. Não investir no negócio

Investir nunca é demais e sempre traz bons resultados. Com o crescimento da empresa é necessário aumentar o número de funcionários e assim também investir nas ferramentas para o serviço.

Outra opção de investimento é terceirizar parte do serviço para que o proprietário tenha mais tempo disponível para se dedicar na gestão da empresa e evitando perder tanto tempo nas partes operacionais.

Apenas com investimento no ambiente de trabalho, seja em ampliação do espaço, na aquisição de aparelhos mais modernos que agilizem os serviços e na aquisição de funcionários é que sua empresa terá aumento na receita.

  1. Não saber definir o valor do seu trabalho

É importante definir o valor do seu trabalho, sabendo retirar os custos e colocando a margem de lucro. Esse valor não pode ser muito abaixo do mercado e nem superior a concorrência, porém deve ser de acordo com a qualidade do serviço oferecido.

  1. Não mudar de estratégia comercial

Entender o que não está dando certo e mudar é o que mais salva as empresas. Erra é normal, mas continuar no erro é escolha. A única forma de aprender é testando e quando mais rápido for percebido o que dá certo ou não é melhor para a empresa.

  1. Não definir uma identidade visual

Na era digital empresas que possuem uma identidade visual definida conseguem se destacar dos demais concorrentes, portanto, é importante investir na comunicação visual.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.