INSS cria serviço inédito para receber documentos dos segurados nas agências

PONTOS CHAVES

  • Com as portas fechadas, INSS reformula seu atendimento
  • Brasileiros com benefício em análise podem agilizar seus processos
  • Novo sistema funcionará como drive thru

Aposentados e pensionistas que estão aguardando a aprovação de seus benefícios devem ficar atentos as reformulações administrativas do INSS. Com a pandemia do novo coronavírus, o Instituto Nacional do Seguro Social precisou fechar suas portas e parar de atender presencialmente os cidadãos que estavam no processo de concessão de seus salários e pensão.    

publicidade
INSS cria serviço inédito para receber documentos dos segurados nas agências (Imagem: Google)
publicidade

Entretanto, devido ao número de processos na fila, a administração do órgão passou a adotar um novo protocolo de atendimento.

Se você já solicitou um benefício previdenciário e está nas filas aguardando sua aceitação, procure se informar sobre a situação de seus documentos.

De acordo com os informes do INSS, mais de 1,2 milhões de processos estão paralisados mediante erros nos dados dos segurados. Dessa forma, para adiantar a aprovação dos pagamentos, as agências do órgão passarão a funcionar em sistema drive thru.  

Intitulada de Exigência Expressa, a atividade permitirá que os segurados se dirijam até as unidades do INSS para entregarem as documentações que estão em falta ou desatualizadas para assim concluírem as análises de seus requerimentos.  

De acordo com a administração do instituto, a decisão tem como finalidade tentar reduzir ainda mais o número de pedidos de benefícios paralisados, tendo em vista que mais de 743 mil estão pendentes apenas por falta de atualização documental.  

Entretanto, é importante lembrar que a convocação só poderá ser feita para quem já tinha um requerimento pendente. No caso de novas solicitações, o serviço permanece sendo feito exclusivamente pelo canal Meu INSS ou pelo telefone 135.  

Segundo informou o INSS, todas as 1,6 mil agências nacionais estarão recepcionando os segurados pelo drive thru, ofertando urnas onde eles poderão colocar os envelopes com os seus registros.

Até mesmo as unidades fechadas, sob a fiscalização da vigilância, deverão ofertar o atendimento. Dessa forma, recomenda-se que o cidadão se dirija até um dos pontos mais próximos de seu endereço.  

Em caso de dúvidas sobre qual a documentação deve ser atualizada ou apresentada, basta acessar o Meu INSS, ou ligar para a central telefônica 135. 

“Essa alternativa da entrega presencial sem burocracia, sem atravessamento, sem demora no atendimento, ela pode sim ser um caminho exitoso, acreditamos que sim. Se não for o caminho exitoso no patamar que esperamos, outros projetos podem ser implementados para facilitar a vida do cidadão”, informou Jobson Sales, diretor de atendimento do INSS.

INSS cria serviço inédito para receber documentos dos segurados nas agências (Imagem: Google)

Como funciona o drive thru do INSS 

Para entregarem seus documentos, os segurados deverão primeiramente fazer um agendamento através do telefone 135 ou pelo Meu INSS.

Com o número do protocolo do benefício, ele deve informar seu CPF e assim registrar o interesse de depositar o envelope com os dados nas unas.  

Depois de agendar o serviço, o cidadão será orientando para realizar o seguinte procedimento: preencher e assinar o formulário de “Autodeclaração de Autenticidade e Veracidade das Informações”, presente no portal do INSS.

Em seguida, basta colocá-lo em um envelope lacrado junto com os documentos solicitados, inserindo também uma cópia de seu RG.  

Do lado de fora do envelope, será preciso escrever os seguintes dados: nome completo; CPF; endereço completo; telefone (mesmo que para recado); e-mail; e número do protocolo do agendamento da Exigência Expressa.  

Feito isso, basta ir até uma unidade próxima e deposita-lo. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 7h até às 13h, em todas as cidades.

Na hora da entrega é importante lembrar que o cidadão não terá contato físico com nenhum servidor, sendo inteiramente responsável pelo depósito.  

Por fim, é importante dizer que o INSS não estará aceitando documentos originais e as cópias anexadas não necessitam da autenticação de cartório. Para acompanhar o andamento final do processo, basta acessar o Meu INSS ou ligar para o 135. 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.