Agências do INSS podem não retornar no dia 24; e agora, como ficam os atendimentos?

Nesta quinta-feira (13), o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Rolim, informou que em uma audiência realizada com a Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores da Previdência Social (Fenasps), que o atendimento presencial nas agências vai ser adiado mais uma vez.

Agências do INSS podem não retornar no dia 24; e agora, como ficam os atendimentos?
Agências do INSS podem não retornar no dia 24; e agora, como ficam os atendimentos? (Foto:Google)

Essa é a sexta vez que o órgão adia a data de reabertura. A nova data de previsão é que as agências retornem o seu funcionamento em 31 de agosto ou 8 de setembro. 

Em uma live realizada após a reunião, o diretor da Fenasps Cristiano Machado afirmou que os servidores são contra a retomada da atividades presenciais no dia 24 de agosto, como havia sido informado pelo INSS no final do mês de julho.

Na abertura da audiência, o presidente do INSS afirmou que há previsão de possível reabertura das agências para o dia 31 de agosto ou 8 de setembro.

“Nós ressaltamos que no Brasil a pandemia está totalmente fora de controle, nós atingimos a marca de 100 mil mortos, e nesse cenário em que o governo não possui qualquer política de combate à pandemia, reabrir as agências continua sendo totalmente arriscado. Sabemos da situação que vai ser nas agências de aglomerações”, disse o diretor da Fenasps.

Machado ainda ressaltou que os funcionários estão realizando o trabalho remoto desde março, e que com isso não há necessidade de retomar o atendimento presencial neste momento.

Djalter Rodrigues, que também é diretor da federação, afirmou que a entidade ainda questionou o presidente do INSS sobre a testagem dos servidores que voltarão às agências, mas Rolim disse não saber se seria possível e que encaminhou a solicitação para o Ministério da Saúde e ainda não teve resposta. 

Já para Thaize Antunes, que é diretora da Fenasps e estava na audiência com Rolim, não existe protocolo seguro em meio à pandemia. 

“Os servidores do INSS estão em teletrabalho, com estruturas precárias, sem nenhum aporte ou ajuda da autarquia, mas estão trabalhando e com mais produtividade do que nunca.”

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.