Pesquisa indica resultados surpreendentes nas vendas para o Dia dos Pais

Em comparação com 2019, as vendas do varejo para o dia dos pais encolheram 8,8% este ano em meio a pandemia do coronavírus, segundo informações da Cielo divulgadas nesta terça-feira (11). Mesmo com essa queda, os números são encarados como uma forma de recuperação.

Pesquisa indica resultados surpreendentes nas vendas para o Dia dos Pais
Pesquisa indica resultados surpreendentes nas vendas para o Dia dos Pais (Imagem Google)

Os dados da Cielo foram mensurados através do ICVA (Índice Cielo do Varejo Ampliado), que usa modelos matemáticos e estatísticos para revelar o desempenho do setor e não considera somente as pessoas que utilizam os serviços da empresa.

“No começo do isolamento, por volta da terceira semana de março, o faturamento do varejo teve queda de cerca de 50%”, compara Pedro Lippi, o gerente de Inteligência da Cielo.

No Dia das Mães, que é comemorado no segundo domingo de maio, a queda registrada foi de 26%. Isto mostra que os resultados negativos do setor vem diminuindo com o tempo.

Vendas do Dia dos Pais pela internet

O faturamento das lojas físicas diminuiu 6,7% na semana do dia dos pais, em contrapartida as vendas pela internet cresceram 22,2% .

“Mostra que os varejistas estão tendo de achar alternativas para continuar vendendo”, afirma Pedro.

Nesta porcentagem de vendas pela internet, não são considerados os números do setor de turismo e transporte que foram um dos mais afetados pela crise. Se eles entrassem na conta, o comércio online sofreria uma queda de 34,2% quando comparado ao ano passado.

Entre os setores que costumam concentrar o maio número de presentes, o destaque foi do varejo alimentício especializado, setor que inclui as lojas de chocolates e vinhos, por exemplo. Mesmo em meio a pandemia, o setor registrou aumento de 0,9% em comparação com o ano passado.

Já os setores de cosméticos e higiene pessoal (-16,4%), óticas e joalherias (-16,7%) e vestuários e acessórios (-21%) atingiram quedas de dois dígitos.

Pedro destaca que os segmentos que são considerados fundamentais, em que podemos incluir os supermercados, vem conquistando um desempenho melhor que o do ano passado, comportamento que se repetiu no dia dos pais.

“Nesse contexto de crise, ter crescimento em relação ao ano passado já é bem destacável”, comemora Pedro.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Pesquisa indica resultados surpreendentes nas vendas para o Dia dos Pais

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA