O Renda Brasil é um novo programa assistencial que pretende substituir o Bolsa Família. O governo afirma que a intenção é aumentar o valor, que hoje está na média de R$ 200. Ainda não há um valor definido, mas informações dizem que será entre R$ 250 e R$ 300.

publicidade
Renda Brasil vai valer a pena para pessoas de baixa renda? Entenda aqui!
Renda Brasil vai valer a pena para pessoas de baixa renda? Entenda aqui! (Montagem/ FDR)
publicidade

A questão é que se analisarmos, o aumento não é nada ruim. Porém, atualmente as famílias brasileiras estão recebendo o auxílio emergencial que pode ser de R$ 600 ou R$ 1.200, dependendo de cada família.

Pensando nisso, sair desse valor para o proposto pelo Renda Brasil, seria uma diminuição muito grande.

Segundo o ministro da economia, Paulo Guedes, manter o auxílio emergencial seria muito prejudicial para a economia brasileira.

Mas é importante ressaltar que, os brasileiros que passaram a receber esse valor, dificilmente vão aceitar a diminuição proposta pelo governo.

No Congresso Nacional estão tramitando algumas propostas para deixar o Renda Brasil com um valor mais próximo dos R$600. O público que receberia, seria maior que aquele que tem direito ao Bolsa, mas menor que aquele que tem recebido o auxílio.

Senadores da oposição garantem que para esse pagamento, seria necessário que o nicho rico da população “ajudasse” a pagar por este benefício. Claro que isso seria através de alguma tributação diferenciada.

Reforma tributária e o Renda Brasil

A proposta para a reforma tributária tem tudo a ver com o Renda Brasil. Isso acontece, pois segundo informações, algumas mudanças serviriam para gerar capital para o pagamento do programa.

Pelas informações mostradas pelo governo, os recursos virão do abono salarial, do salário família, do seguro-defeso. Basicamente, os pobres vão dividir o que tem com outros pobres.

Nas poucas informações mostradas pelo Ministério da Economia, não há grandes projetos para que o Renda Brasil tenha recursos dos mais ricos.

Além disso, não temos acesso à toda proposta da reforma tributária, pois o governo tem apresentado apenas fragmentos do que pode ou não acontecer.

De forma geral, é muito difícil presumir qual seria o valor ideal para o programa Renda Brasil. Mas sabemos que o governo precisará fazer essas contas e definir isso o quanto antes, afinal, estamos nos aproximando das últimas parcelas do auxílio emergencial.

 

 

 

Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.