Ao que tudo indica, finalmente a fila de espera para a concessão de benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está diminuindo, mesmo em meio a pandemia do coronavírus. A quantidade de pedidos parados caiu de abril até agora, indo de 1,629 milhão para 1,472 milhão.

publicidade
INSS retém 1,5 milhão de pedidos aguardando resultados na fila
INSS retém 1,5 milhão de pedidos aguardando resultados na fila (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

Esta diminuição nas solicitações paradas só não foi maior porque 917 mil pedidos que já foram analisados pelo INSS estão dependendo do envio de alguma documentação necessária para a concessão do benefício. Sendo assim, os outros 555 mil pedidos pendentes ainda esperam pela análise do Instituto.

Leonardo Rolim, o presidente da Caixa, projeta acabar com a fila de pedidos que estavam aguardando uma posição por mais de 45 dias até o mês de outubro.

Porém, a fila de segurados que esperam a concessão do BPC (Benefício de Prestação Continuada), não poderá ser zerada até outubro.

Até o momento, a nova previsão para a retomada dos atendimentos presenciais nas agências do INSS é 24 de agosto. Até o dia 21 de agosto, o atendimento segue totalmente remoto.

Como forma de agilizar a concessão de benefícios, que já foram analisados pelo INSS, mas que precisam de alguma documentação dos requerentes, o INSS começou a contatar em julho os segurados via ligação da Central 135 e mensagem para o celular para todos que tenham o aplicativo, Meu INSS, instalado no aparelho.

INSS notifica beneficiários sobre documentos pendentes nos pedidos

O INSS começou a avisar seus segurados quando algum de seus requerimentos possuem pendência. O aviso é automático e aparece na tela do celular do segurado que tenha o aplicativo Meu INSS instalado no aparelho. O contato pelo telefone também esta sendo feito.

Os segurados que receberem a ligação serão informados da necessidade de realizar o envio da documentação necessária para o progresso do requerimento.

Como apresentar a documentação

  1. Acesse o Meu INSS pelo app ou site e clique em agendamentos/solicitações’, localizar o processo. Agora clique no desenho de lupa para detalhar o requerimento e, em seguida, na opção “cumprir exigência”.
  2. Se precisar anexar documentos digitalizados ou fotografados, clique em ‘anexar arquivo’. Cada documento pode ter o tamanho máximo de 5 MB. Clique em ‘anexar’ e escolher o arquivo a ser enviado. Se for preciso incluir mais documentos, repita o procedimento anterior. Após selecionar e anexar todos os documentos pedidos, clique em ‘confirmar’.
  3. Se preferir, você pode escrever um esclarecimento sobre a exigência para ajudar a análise, no campo “responda aqui”.
  4. Confira se está tudo certo, clique em enviar e verifique se os arquivos estão enviados.
  5. Pronto. Basta aguardar a finalização do processo. As novidades serão avisadas por email, SMS ou pelo aplicativo.

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.