Caixa prorroga prazo para quitar empréstimo, microcrédito e renegociações

No dia 18 de agosto a Caixa Econômica Federal anunciou que o prazo de pagamento de dívidas será ampliado de 90 dias para 180 dias. O aumento do prazo para seis meses é válido para pessoas físicas e empresas.

Caixa prorroga prazo para quitar empréstimo, microcrédito e renegociações
Caixa prorroga prazo para quitar empréstimo, microcrédito e renegociações (Imagem: Reprodução/Google)

A ampliação do prazo de pagamento das dívidas vale para empréstimo pessoal (CDC), renegociações, microcrédito e demais operações de crédito realizadas por pessoas físicas ou jurídicas. É válido também para os clientes que já tinham solicitado a suspensão das prestações ou um novo prazo.

Essa ampliação não é aplicada nos financiamentos habitacionais, pois essas já tinham recebido um aumento no prazo de pagamento em julho, passando para 180 dias.

As medidas tomadas pela Caixa, desde março, têm o intuito de ajudar as despesas das famílias e empresas diante da crise econômica causada pela pandemia do coronavírus.

Quem já solicitou a pausa de 90 dias podem solicitar mais uma vez a suspensão das prestações por mais 90 dias. Os clientes que ainda não tinham realizado a solicitação poderão pedir a pausa de até 180 dias para fazer o pagamento.

É importante destacar que ao solicitar a pausa das prestações as demais terão reajuste no valor, pois os juros estacionados serão redistribuídos nas parcelas, aumentando assim, o valor da prestação mensal.

Outra mudança é que o prazo final do pagamento do financiamento ou do empréstimo será alterado. Dessa maneira, a última parcela será adiada de forma automática. Dessa maneira, não significa que o cliente deixará de pagar seis parcelas, mas que será realizado uma pausa nesse pagamento para depois voltar ao normal.

A quantidade de parcelas será a mesma, assim como a taxa de juros e as demais condições definidas no contrato, porém haverá o reajuste no valor das prestações já que será acrescentado os juros parados no tempo de pausa solicitado.

Quem está em divida e solicita a pausa no pagamento terá o período solicitado considerando os já atrasados e os encargos, que também são incorporados ao saldo devedor. Há um limite nesse caso, pois só é aceito contratos com atrasados de até 50 dias.

O pedido de suspensão pode ser realizado pelo site ou aplicativo da Caixa. Outra opção é pelos números: 0800-726-8068, 0800-726-0104 (WhatsApp).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.