publicidade

No dia 23, quinta-feira, foi trazida uma novidade para os investidores brasileiros: a Secretaria do Tesouro Nacional e a bolsa de valores brasileira, a B3, reduziram de 0,25% ao ano para zero a taxa de custódia (manutenção) de investimentos com estoque de até R$ 10 mil no Tesouro Selic.

Veja como não pagar taxa no seu investimento no Tesouro Direto
Veja como não pagar taxa no seu investimento no Tesouro Direto (Foto: Google)
publicidade

É importante ressaltar que essa mudança vale para aplicações que sejam realizaras por meio do Tesouro Direto. Essa modalidade existe há 18 anos e foi criada para permitir que Pessoas Físicas possam fazer investimentos e comprar títulos através da internet.

O Ministério da Economia tem mais de 1 milhão de investidores no país e com essa nova medida, mais de um terço terá isenção nas tarifas.

Segundo o Tesouro Nacional, muitos investidores serão beneficiados com a mudança. “Como a medida isenta o pagamento para todos os investidores em Tesouro Selic até o limite de R$ 10 mil em estoque, todos que possuem esse título, e que respondem por 53% da base de investidores ativos do programa, acabarão de alguma maneira sendo beneficiados”, afirmou a instituição por meio de nota oficial.

Passo a passo para investir no Tesouro Direto

A forma mais segura de investir no Tesouro Direto é através de uma corretora. O ideal é que o investidor procure uma que seja de confiança. Caso seja possível, busque indicação com pessoas que já tenham feito algum investimento.

Depois, siga os seguintes passos:

  1. Abra sua conta

Após encontrar uma corretora segura, abra sua conta através de seus dados pessoais. Em seguida, transfira o dinheiro de sua conta pessoal para sua conta de investimentos.

  1. Acesse a conta

O segundo passo é acessar sua conta e encontrar aplicações que sejam ideais para você. Clique na opção “Tesouro Direto” e encontro aplicações que podem ajudar seu dinheiro a render.

  1. Conheça o seu perfil

É importante que você conheça seu perfil como investidor. Algumas corretoras te ajudam nesse processo e é mais fácil pra encontrar uma aplicação.

  1. Invista

Por último, vem o passo mais importante: investir.

Após encontrar o título ideal, você deve ir para a opção “comprar”. Escolha a quantidade e faça a compra. Lembre-se de acompanhar seus títulos com frequência.

 

 

Bartira Araújo é formada em Jornalismo pela pela Universidade Santa Cecília. Já trabalhou como analista de comunicação em uma agência de tecnologia e marketing e atualmente é redatora do portal FDR.