Dívida com IPTU e IPVA DF 2020 já somam R$900 milhões

A pandemia em que o mundo está passando, por conta do novo coronavírus, prejudicou as contas dos contribuintes e aumentou a inadimplência de impostos no Distrito Federal. Ao todo, os contribuintes deixaram de pagar cerca de R$864.469.298,23 em IPTU e IPVA deste ano.

publicidade
Dívida com IPTU e IPVA DF 2020 já somam R$900 milhões
Dívida com IPTU e IPVA DF 2020 já somam R$900 milhões (Foto: Google)
publicidade

De acordo com a secretaria de economia do DF, este ano a expectativa de arrecadação apenas com o IPTU era de R$1.236.056.888,66, mas até agora cerca de R$ 547.121.639,03 ainda não foram recolhidos, ou seja, 44,2% do total. No ano passado a inadimplência do tributo foi de R$ 142,2 milhões.

São cerca de 614.714 contribuintes, destes, 265.449 estão inadimplentes com pelo menos uma cota. Ainda há uma parcela do IPTU em aberto para vencer no mês que vem, em agosto.

Já no caso do IPVA, juntando os pagamento deste ano com os devidos de anos anteriores, o governo do Distrito Federal estava com a expectativa de arrecadar cerca de R$1.433.272.132.

Apesar disso, até agora não foram quitados cerca de R$317.347.659,20. Todas as parcelas do IPVA deste ano já venceram.

Neste ano, o governo do Distrito Federal reduziu a cota do IPTU e do IPVA. Além disso, possibilitou que os contribuintes parcelarem o IPTU em 4 parcelas e o IPVA em 3.

Por conta da crise econômica no país, cerca de 47 mil pessoas ficaram desempregadas no Distrito Federal e com o avanço da pandemia as pessoas que não conseguiram arcar com esses tributos aumentou.

De IPTU, 210.899 cotas da 1ª parcela não foram pagas, na segunda parcela esse número subiu para 220.257 e chegou a 244.464 na terceira. 

No IPVA, cerca de 305.982 cotas da primeira parcela ficaram abertas. Já na segunda o número subiu para 327.357 e na terceira chegou a 333.033 cotas não pagas.

De acordo com a Secretaria de Economia, o governo tem buscado facilitar essas pagamentos de imposto com parcelamento de até 12 vezes no cartão de crédito, para que o número de inadimplentes caia. Esse parcelamento da dívida pode ser feito no site da secretaria. 

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.