A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) abriu inscrições para três cursos de aprimoramento profissional em português, matemática e tecnologia da Informação de Comunicação (TICs). Todos estão na modalidade Ead, ou seja, de ensino a distância.

publicidade
Capes abre processo seletivo para cursos gratuitos; inscrições terminam sexta-feira
Capes abre processo seletivo para cursos gratuitos; inscrições terminam sexta-feira (Foto:Google)
publicidade

São cerca de 75 mil vagas disponíveis para os alunos. As inscrições serão realizadas até esta sexta-feira (24). 

O curso poderá ser feito pelos estudantes de graduação, concluintes do ensino médio e alunos que estão matriculados na Universidade Aberta do Brasil (UAB).

As inscrições devem ser realizadas por meio da plataforma virtual da Capes. No site, o estudante deve preencher um formulário para se registrar. Em seguida, será preciso acessar o sistema de matrícula.

Cursos gratuitos

O curso de matemática é para aqueles que pretendem complementar a formação básica, potencializar a compreensão das habilidades e características relativas à linguagem matemática. 

O curso estimula também os estudantes a fazerem reflexões fundamentais para aprendizagens posteriores, e para o desenvolvimento de pesquisas, ensino, extensão ou inovação.

Já o curso de português aborda conceitos básicos de redação, interpretação, variedade linguística, concordância nominal, pontuação, além de orientações para a produção textual no meio acadêmico. 

O curso de TICs aprofunda o conhecimento sobre o cenário atual dos recursos tecnológicos e potencializa a qualificação na área da tecnologia digital.

O que é Capes?

O Capes é uma fundação do Ministério da Educação (MEC), que é responsável pela expansão e consolidação da pós graduação, mestrado e doutorado em todos os estados do país. 

Ela também atua na formação de professores da educação básica no Brasil. Suas principais atividades são cinco. A primeira é a avaliação da pós-graduação stricto sensu, que acontece a cada 4 anos.

A segunda é o acesso e divulgação da produção científica, a terceira é de investimentos na formação de recursos de alto nível no país e exterior, promoção da cooperação científica internacional.

Por último a indução e fomento da formação inicial e continuada de professores para a educação básica nos formatos presencial e a distância.

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.