Agendamento do INSS será obrigatório para atendimento nas agências a partir de agosto

PONTOS CHAVES

  • O INSS vai voltar com o atendimento presencial nas agência no dia 3 de agosto
  • O órgão está disponibilizando 90 dos seus 96 serviços de forma online 
  • Quando os atendimentos voltarem, só serão realizados por meio de agendamento.

O INSS deve voltar a realizar os seu atendimentos presenciais no dia 3 de agosto. As agências do órgão estão fechadas desde o mês de março, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Agendamento no INSS será crucial para ser atendido nas agências a partir do dia 3 de agosto
Agendamento no INSS será crucial para ser atendido nas agências a partir do dia 3 de agosto (Foto:Google)

O atendimento neste período está sendo realizado apenas pelos canais digitais como o MEU INSS.

No retorno do atendimento presencial, o funcionamento das agências acontecerá por um tempo parcial de seis horas contínuas

Os atendimentos serão realizados exclusivamente para os segurados e beneficiários que tenham realizado um prévio agendamento pelos canais remotos, Meu INSS ou pela Central 135.

Também serão retomados os serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos para evitar aglomerações nas agências do órgão.

Nessa reabertura, que vai acontecer no próximo mês, serão retomados cerca de 80% do atendimento.

Nesta primeira fase de reabertura gradual haverá prioridade para:

  • Serviços de perícia médica;
  • Avaliação social;
  • Cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

Meu INSS

Agendamento no INSS será crucial para ser atendido nas agências a partir do dia 3 de agosto
Agendamento no INSS será crucial para ser atendido nas agências a partir do dia 3 de agosto (Foto:Google)

O aplicativo Meu INSS, pode ser acessado pelo computador e pelo smartphone. Nele são oferecidos cerca de 90 serviços dos 96 do órgão, que podem ser realizados sem sair de casa.

O contribuinte pode acessar as informações completas sobre a sua vida como trabalhador, para isso basta acessar a opção Extrato Previdenciário (CNIS).

Serviços disponíveis no Meu INSS

  • Pedido e acompanhamento de aposentadorias, benefício assistencial e pensão por morte
  • Pedido e acompanhamento do salário maternidade urbano
  • Acesso ao CNIS (Extrato Previdenciário)
  • Acesso ao extrato de empréstimo consignado
  • Acesso ao extrato de imposto de renda
  • Acesso à carta de concessão do benefício
  • Agendamento e resultado de perícia médica
  • Consulta à revisão do benefício
  • Pedido de recurso de benefício por incapacidade
  • Pedido de cessação de benefício por óbito
  • Cadastro ou renovação de representante legal
  • Atualização de dados cadastrais do beneficiário
  • Solicitação de exclusão de empréstimo consignado
  • Cadastro de pensão alimentícia
  • Cálculo de contribuição em atraso,emissão e ou cálculo de GPS
  • Atualização de dados cadastrais

Por conta da pandemia também é possível enviar o seu laudo para a perícia médica por meio do aplicativo.

Na Central 135, o atendimento é feito de segunda a sábado das 7h às 22h, sendo possível tirar dúvidas sobre o acesso aos serviços.

Novos serviços

O INSS ainda deve incluir mais dois serviços em seu aplicativo. Os beneficiários poderão fazer a prova de vida por meio do celular.

Em um primeiro momento, a prova de vida será feita por meio de reconhecimento facial com o uso da câmera do celular, para aqueles que têm carteira de motorista e título de eleitor digital.

O projeto-piloto tem como foco atender as pessoas deveriam ter feito essa comprovação antes da suspensão da exigência.

Todos os segurado do INSS devem fazer a prova de vida, todos os anos. Independente da idade, do tipo de benefício que está sendo recebido pelo segurado ou a forma de recebimento, que pode ser feita por conta-corrente, conta-poupança ou cartão magnético.

Essa é uma medida feita desde 2012 pelo beneficiários para evitar fraudes no recebimento do benefício. A validade da prova de vida é de um ano e deve ser feito no banco em que o segurado recebe o seu benefício.

Caso o beneficiário não faça a prova de vida, o seu benefício é suspenso por tempo indeterminado ou cancelado. 

Além disso, o INSS deseja fazer o pagamento automático para os benefícios concedidos por meio de vias judiciais.

Hoje, o INSS não consegue cumprir as datas de pagamento que serão determinadas pela Justiça. Isso gera o pagamento de multas e acaba criando problemas para o segurado, que depende do benefício para muitas coisas.

O objetivo dessa ferramenta é reduzir o tempo de espera que o segurado terá entre a decisão da Justiça e a implantação do benefício, que às vezes pode demorar de três meses ou mais. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA