Sicredi inicia liberação de R$1,2 bilhão em empréstimos do Pronampe

Entre as medidas criadas pelo governo federal pra auxiliar brasileiros durante o período de pandemia e isolamento social, está o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Sicredi inicia liberação de R$1,2 bilhão em empréstimos do Pronampe (Reprodução/Internet)
Sicredi inicia liberação de R$1,2 bilhão em empréstimos do Pronampe (Reprodução/Internet)

Destinado a pequenos empresários, a iniciativa oferece crédito para que haja a recuperação economia neste momento de crise. Neste sentido, grandes empresas estão cooperando na realização do programa.

Entre elas, a cooperativa de crédito Sicredi, presente em 22 estados brasileiros, que divulgou na semana passada que irá disponibilizar a linha criada pelo governo para os seus clientes. Segundo o banco,  serão 1,2 bilhão de reais disponíveis para liberação.

Com isto, a Sicredi espera que o valor seja emprestado para mais de 250 mil associados à instituição atualmente. De acordo com dados do banco, hoje a base de clientes que é formada por 90% de pessoa jurídicas está apta para o recebimento do crédito.

Atualmente o estabelecido para entrar no programa é ter um capital de até 360.000 para microempresas. Já de 4,8 milhões por ano para empresas de pequeno porte.

O valor a ser recebido pelo empréstimo pode ser o equivalente a até 30% do faturamento anual de 2019. O interessado poderá realizar o pagamento do recebido em até 36 meses.

Ainda é observada a carência de até 8 meses. Já a taxa de juros é de 1,25% ao ano mais a Selic, atualmente em 2,25%. É importante lembrar que crédito foi criado para beneficiar empresas prejudicadas pela pandemia de coronavírus.

Mas há pontos sobre este programa. O valor poderá ser usado apenas para para capital de giro e investimentos na companhia. Sendo este um dos critérios de recebimento. Apenas 18% das micro e pequenas que buscaram crédito no mercado foram atendidas pelos grandes bancos que oferecem o crédito.

Os dados são de pesquisa do Sebrae em parceria com a FGV. Além do Sicredi, Caixa, Banco do Brasil, Itaú, BDMG e Sicoob também oferecem o programa. Os limites recebidos por cada instituição têm sido atingidos rapidamente.

Neste sentido, governo federal pretende injetar mais 16 bilhões de reais no programa. É importante lembrar que inicialmente com 15,9 bilhões em caixa, o Pronampe chegou perto do limite de financiamentos em pouco mais de dois meses.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA