Empréstimo de R$16 bilhões do Pronampe zera limite em três meses

Com menos de um mês de funcionamento, linha de créditos do Pronampe atinge seu limite e deixa microempreendedores descobertos. Na última semana, os bancos que estão atuando no Programa de Apoio às Empresas de Porte Pequeno informaram que os valores concedidos pelo governo federal foram esgotados. 

Empréstimo de R$16 bilhões do Pronampe zera limite em três meses (Imagem: Reprodução - Google)
Empréstimo de R$16 bilhões do Pronampe zera limite em três meses (Imagem: Reprodução – Google)

Desse modo, os empresários que estão tentando solicitar o serviço não terão sucesso na validação do contrato. 

Com a crise econômica do novo coronavírus, o governo federal precisou criar um programa de apoio para os micro e médios negócios.

Mediante a pandemia, diversos estabelecimentos como bares, salões de beleza, entre outros, estão fechando as portas. Para evitar tal situação, em parceria com os cinco principais bancos nacionais, o poder público desenvolveu o Pronampe. 

Trata-se de um programa de empréstimos que permite que os empreendedores consigam fazer solicitações de créditos com uma taxa de juros de 1,25%. A proposta foi bem vista por grande parte do mercado, que acabou por esgotar todos os R$ 15,9 bilhões concedidos inicialmente.  

Por meio do Pronampe, os bancos passaram a ficar segurados (pela união) e assim facilitarão a liberação dos empréstimos. No entanto, a quantia destinada não foi o suficiente e agora as contratações estão paralisadas.  

Dono de um bar em Copacabana, Rômulo Torres Pereira informou que ao solicitar o crédito teve a carta pré-aprovada pela Receita Federal, mas recusada no banco.  

— O gerente disse que não sabia explicar por que o dinheiro não seria liberado. Tentei pelo site do Pronampe e dava erro toda hora. No dia útil seguinte, acordei às 4h e somente às 8h consegui acessar. A mensagem no site, porém, dizia que eu estava inelegível, mesmo com a carta. Agora, voltamos com aluguel integral, abrimos a porta e não temos caixa — lamentou. 

Pronampe contará com novos recursos 

Na última semana, mediante ao pronunciamento dos bancos sobre o fim das linhas de crédito, o Senado aprovou um projeto que concede mais R$ 12 bilhões ao projeto.

O texto foi encaminhado para a Câmara dos Deputados e deverá ser avaliado nesta segunda-feira (20). Se aceito, permitirá que o valor seja repassado entre as instituições atuantes.  

Além disso, também comovido pelo desejo e necessidade dos pequenos empresários, o Banco Central anunciou uma nova linha de crédito. O programa conta com um aporte financeiro de até R$ 120 bilhões e está sendo destinado para empresas com faturamento anual de até R$ 300 milhões.  

Sobre o fim dos recursos do Pronampe, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, explicou que se trata de uma reação do mercado mediante o momento grave de crise econômica. Com a permanência do novo coronavírus, os quase R$ 16 bilhões concedidos inicialmente foram simplesmente esgotados.  

— O Pronampe é a linha de crédito mais aperfeiçoada dessa pandemia, mas não foi o suficiente. Neste novo projeto, há como botar mais R$ 16 bilhões. O governo tem dois fundos robustos, o FGO (Fundo de Garantia de Operações) e o FGI (Fundo Garantidor para Investimentos). 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Empréstimo de R$16 bilhões do Pronampe zera limite em três meses

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA