IRPF 2020: Saiba as consequências de não ter enviado a sua declaração

No último dia 30 de junho se encerrou o prazo para entrega da declaração do IRPF 2020. A grande duvida é com relação às consequências para aqueles que não fizeram o envio. Isso acontece, pois muitas pessoas deixam para fazer na última hora ou até mesmo não sabem se precisam ou não preencher o documento.

IRPF 2020: Saiba as consequências de não ter enviado a sua declaração
IRPF 2020: Saiba as consequências de não ter enviado a sua declaração (Montagem/ FDR)

Vale lembrar que existem algumas punições para isso. A primeira delas é com relação à multa, que pode chegar à R$ 165,74, mas caso o contribuinte esteja devendo à Receita Federal, esse valor pode ser de 20% do total da declaração não enviada.

É importante lembrar que, no mesmo programa onde se faz e envia a declaração, é possível saber a respeito da multa. Logo no primeiro dia após o fim do prazo, o programa avisa que é preciso pagar a multa.

Outra consequência é com relação ao CPF, que se torna irregular e pode trazer diversos problemas. O primeiro deles é que o contribuinte fica sem poder concorrer a cargos públicos, além de não conseguir empréstimos pessoais.

Quem precisa declarar o IRPF 2020?

Os contribuintes que precisam e tem a obrigatoriedade de declarar o IRPF são:

São obrigadas a declaras as pessoas que:

  • Tenham recebido ao longo de 2019 rendimentos tributáveis (salário, pensões, veículos, etc.) que totalizaram R$ 28.559,70;
  • Tenham solicitado isenção do imposto de renda 2019 sobre a venda de imóvel, desde que o valor tenha sido utilizado para a compra de outra propriedade no país em até 180 dias;
  • Pessoas que sejam assalariadas, aposentadas ou pensionistas que recebem renda mensal superior a R$ 1.903,98;
  • Cidadãos brasileiros que investiram na bolsa, criptomoedas ou outros tipos investimentos;
  • Demais trabalhadores rurais com rendimento anual superior a R$ 128.308,50;
  • Contribuintes com propriedades de valor superior a R$ 300 mil;
  • Outros contribuintes que receberam rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil.

É importante lembrar que o prazo foi estendido por conta da pandemia. Anualmente, as declarações podem ser enviadas até o dia 30 de abril, mas nesse ano, o prazo estendeu-se até 30 de junho.

A medida foi tomada por conta da pandemia e ajudou milhões de contribuintes que tiveram mais tempo para organizar suas finanças.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.