Auxílio emergencial devolvido por irregularidades soma R$72 milhões

Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), foram devolvidos por cerca de 79 mil pessoas, os valores pagos indevidamente do auxílio emergencial. Estas pessoas não se enquadravam nas exigências do benefício e o montante devolvido somou R$72 milhões. O procedimento de devolução é feito através do portal do Ministério da Cidadania.

Auxílio emergencial devolvido por irregularidades soma R$72 milhões
Auxílio emergencial devolvido por irregularidades soma R$72 milhões (Foto Google)

O ministro disse em entrevista a TV Band, que as devoluções foram feitas por pessoas que receberam o auxílio indevidamente e das mais variadas formas.

Ele disse que o total devolvido por estas 79.067 pessoas já retornaram para os cofres públicos, e vão ser direcionados para quem realmente precisa.

Onyx falou também a respeito de quem solicitou a reanálise do auxilio. Até o momento foram 1,5 milhão de pedidos e deste total, 378 mil já foram atendidos e considerados aptos a receber a ajuda governamental através do aplicativo Caixa Tem.

Os pedidos de reanálise ainda podem ser feitos mesmo com o fim do prazo de solicitações do auxílio emergencial.

Auxilio desemprego

A respeito dos problemas com os pagamentos do auxílio desemprego que foram interrompidos, o ministro falou que os prejudicados, cerca de 390 mil pessoas, terão seus nomes remetidos a Caixa Econômica, depois que os dados enviados pelo INSS passem pelo Ministério da Economia e sejam encaminhados pela base de dados da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social). Este processo demorará em média 30 dias.

Por fim, Onyx garantiu que todos vão receber as cinco parcelas que foram prometidas por Jair Bolsonaro (Sem partido).

“Ainda temos problemas com a interrupção do auxílio desemprego até que a informação venha do INSS, passe pelo Ministério da Economia e vá para a base de dados da Dataprev, e a gente possa encontrar. Isso pode levar mais de 30 dias para isso acontecer. Então, algumas pessoas estavam nessa situação, mas se agregaram às 390 mil novas pessoas que ao longo desses próximos dias nós enviaremos à Caixa, para que já recebam a primeira parcela.”, explicou Onyx Lorenzoni.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA