Reabertura de restaurantes em São Paulo lotam os comércios na pandemia

No primeiro final de semana após a liberação do funcionamento de bares e restaurante em São Paulo, o que se viu foi intenso número de frequentadores, contra o baixo movimento durante a última semana. Os restaurares e bares da capital paulista ainda não podem abrir após as 17h.

Reabertura de restaurantes em São Paulo lotam os comércios na pandemia
Reabertura de restaurantes em São Paulo lotam os comércios na pandemia (Imagem Google)

Na zona sul das cidade que reúne redes tradicionais de churrascarias, o movimento foi alto com enormes filas de carros do lado de fora dos estabelecimentos. No Itaim Paulista, as mesas dos restaurantes estavam cheias e mais espaçadas.

O contrário se via no número de clientes bebendo em pé do lado de fora dos bares, o que era bastante comum antes da pandemia. Como forma de conter aglomerações, este tipo de atendimento ainda não foi liberado pela prefeitura de São Paulo.

Mesmo com a liberação, existe uma parcelas de bares e restaurantes que permanecem fechados, pois na opinião de alguns donos, com a proibição do funcionamento noturno, os custos de retomada dos trabalhos não compensariam.

A capital atualmente está na fase amarela do Plano São Paulo, que determinou fases para a retomada da atividade econômica na cidade. Esta fase que autoriza a reabertura dos bares e restaurantes, está em vigor desde a última segunda-feira (6), mas as restrições são muitas.

Comércio movimentado em São Paulo

Na madrugada da última sexta-feira (10), a prefeitura realizou o lacre de 11 bares da Zona Leste da capital por estarem funcionando. De acordo com o G1, a multa pode chegar a R$ 9.380 por estabelecimento.

Foram fechados bares na região da Vila Nova York, Vila Formosa, Aricanduva, Barreira Grande, Jardim Colorado e Santo Eduardo, todos na Zona Leste.

No sábado 11, o movimento do comércio foi alto e a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou por volta das 16h, 3 quilômetros de congestionamento em toda capital.

Regras para bares e restaurantes

De acordo com o decreto publicado pela Prefeitura de São Paulo, os bares e restaurantes podem abrir durante 6 horas por dia, até as 17 horas.

Já as praças de alimentação dos shoppings, podem funcionar de acordo com o horário dos centros de compras, das 6h às 12h ou das 16h às 22h.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.