Prefeitura de Palhoça busca liberação do FGTS para atingidos com ciclone bomba

Moradores de Santa Catarina contarão com recursos financeiros para minimizar os impactos do ciclone bomba. Nessa semana, a prefeitura de Palhoça, região mais afetada pela tragédia, informou que estará permitindo que os cidadãos façam saques em seu FGTS para poderem custear as reformas de seus imóveis. 

Prefeitura de Palhoça busca liberação do FGTS para atingidos com ciclone bomba
Prefeitura de Palhoça busca liberação do FGTS para atingidos com ciclone bomba (Imagem: Montagem/FDR)

Os pagamentos acontecerão em parceria com a Caixa Econômica Federal e poderão ser solicitados em breve.  

Para poder ter acesso ao benefício do FGTS, os moradores não precisaram criar cadastro, uma vez em que a Coordenadoria Municipal de Proteção e a Defesa Civil já fizeram um mapeamento dos locais mais danificados.

Desse modo, quando a decisão for homologada e autorizada pelo Governo Federal, bastará informar a instituição financeira que desejarão fazer ou não o saque.  

O valor total permitido por cidadão ainda não foi informado, mas deve variar de acordo com a quantia presente no fundo de garantia de cada um.

Nesse momento, será preciso aguardar pela confirmação do governo estadual, responsável por solicitar o recurso para a união e em seguida consultar os saldos para a retirada.  

O ciclone ocorreu no dia 1 de julho e matou 10 pessoas da região. Mediante ao número de perdas, imóveis destruídos e trabalhos suspensos, a gestão pública deu início a uma série de medidas de contenção emergencial, decretando o estado de calamidade pública.  

Apoio da Defesa Civil de SC 

Para antecipar a liberação do FGTS, a defesa civil está solicitando que as prefeituras preencham o Formulário de Informação de Desastres (FIDE) do governo Federal.

Por meio do documento, será possível contabilizar o número total de vítimas e ter uma média do quanto a Caixa Econômica precisará acumular para permitir os saques. 

Depois que os dados de todas as áreas afetadas forem enviados, o governo do Estado deverá encaminha-los para Brasília e após 90 dias o pagamento começará a ser iniciado. No que diz respeito a ordem de depósitos por beneficiário, a Caixa deverá atuar, em parceria com a gestão dos municípios, para criar um cronograma. 

O cidadão que quiser consultar quanto tem retido em seu FGTS deve acessar por pelo do aplicativo ou então no próprio site da Caixa. Basta informar o número do CPF e conferir os valores acumulados. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA