Pedidos do auxílio emergencial aguardando respostas somam 2 milhões

Último balanço feito pela Caixa Econômica Federal mostrou que mais de 2 milhões de pessoas seguem sem acesso ao auxílio emergencial. De acordo com o comunicado feito pela instituição, nessa quinta-feira (2), as filas com pedido em análise permanecem paralisadas. 

Pedidos do auxílio emergencial aguardando respostas somam 2 milhões (Imagem: Reprodução - Google)
Pedidos do auxílio emergencial aguardando respostas somam 2 milhões (Imagem: Reprodução – Google)

Desse modo, espera-se que o cronograma de pagamentos seja prorrogado, tendo em vista a aceitação dos novos beneficiários. Ainda segundo o banco, o prazo para o cadastramento no benefício foi encerrado.  

Quem solicitou o auxílio emergencial e ainda não obteve resposta do Ministério da Cidadania deverá aguardar. Porém, as pessoas que deixaram para fazer o pedido posteriormente já não poderão ser mais contempladas. 

Para quem está com os dados em análise, a Dataprev deverá dar um retorno dentro de um prazo de 30 dias. O governo reforçou ainda que, mesmo com o atraso na aprovação dos cadastros, todos aqueles que estiverem enquadrados nas regras da MP que libera o auxílio terão direito as 5 parcelas.  

No que diz respeito ao calendário de pagamento para este grupo, ainda não há uma previsão. Fontes do governo acreditam que, por estar com a aceitação atrasada, os beneficiários deverão receber mais de uma parcela de forma conjunta, visando finalizar todas as liberações até o mês de novembro.  

Novas parcelas confirmadas 

Ainda nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da economia, Paulo Guedes, informaram que haverá novas rodadas de pagamento. Inicialmente, o projeto permitiria apenas três parcelas no valor de R$ 600 cada uma delas. No entanto, com a permanência da pandemia que reforça a crise econômica, o benefício foi estendido.  

Segundo Guedes, os pagamentos acontecerão da seguinte forma:  

  • R$ 500 no início do mês de julho (ainda sem data definida); 
  • R$ 100 no fim do mês de julho; 
  • R$ 300 no início do mês de agosto; 
  • R$ 300 no fim do mês de agosto. 

É importante lembrar que as datas iniciais são referentes aos valores enviados para as poupanças digitais da Caixa. A possibilidade de saque só é permitida posteriormente, mediante a finalização do cronograma digital. Durante esse período, os cidadãos conseguem pagar suas contas e fazer compras através do app Caixa Tem.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.