Restituição do Imposto de Renda 2020 será paga quando? Consulte seu lote!

Vai receber a restituição do Imposto de Renda 2020? Fique atento, pois a Receita Federal reduziu o número de lotes para este ano. Quem for contemplado com as devoluções tributárias, deverá se guiar pelo calendário oficial para poder saber o dia em que o pagamento será feito.

Restituição do Imposto de Renda 2020 será paga quando? Consulte seu lote! (Imagem: Reprodução - Google)
Restituição do Imposto de Renda 2020 será paga quando? Consulte seu lote! (Imagem: Reprodução – Google)

Mediante a crise do novo coronavírus, a Receita Federal modificou o cronograma, antecipando as parcelas para minimizar os efeitos da crise econômica. 

Tem direito as restituições do IRPF 2020 todos os contribuintes que tiveram gastos tributários maiores do que o estipulado pela Receita. 

Normalmente, pais e mães de família, pessoas com dependentes financeiros que apresentam pagamentos como mensalidades estudantis, planos de saúde, pensões, entre outras, são o maior grupo beneficiado.  

Isso ocorre porque, ao gerar tais despesas, o cidadão acaba contribuindo mais com os impostos e assim, ao contabilizar o valor total, tem gastos maiores que geram essa devolução.

Para saber se tem direito ou não, basta consultar a própria declaração ou então acessar o site da Receita dentro das datas para visualização dos lotes. 

Nesse caso, basta informar o número do CPF, data de nascimento e assim conferir o valor e dia em que o pagamento acontecerá. 

Calendário da restituição do Imposto de Renda 2020

  • 1º lote: 29/05/2020  
  • 2º lote: 30/06/2020  
  • 3º lote: 31/07/2020  
  • 4º lote: 31/08/2020 
  • 5º lote: 30/09/2020 

É importante lembrar que a data de pagamento ou escolha do lote é feita mediante a ordem em que o contribuinte enviou sua declaração. Ou seja, quem mandou o documento ainda em abril, deve ser contemplado primeiro. Por fim, são priorizadas as pessoas acima dos 60 anos.  

Formas de pagamento 

O valor é pago pelo governo federal, enviado diretamente para conta sinalizada pelo contribuinte na hora da declaração. É importante lembrar que não é possível repassar a quantia para algum familiar ou dependente. Ela só pode ser depositada em uma instituição bancária sob a titularidade do contribuinte.  

No caso de alterações dos dados bancários, o cidadão deve entrar no programa da declaração e gerar uma ação retificadora. Tendo dúvidas, basta entrar em contato com a Receita Federal através dos seus canais de comunicação.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.