Cielo busca liberação para pagamento por Whatsapp, mas decisão final depende do BC

A medida cautelar que suspendia a parceria entre o Facebook e a Cielo para os pagamentos por meio do Whatsapp, foi revogada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Cielo busca liberação para pagamento por Whatsapp, mas decisão final depende do BC
Cielo busca liberação para pagamento por Whatsapp, mas decisão final depende do BC (Foto: Google)

O Conselho decidiu liberar essa operação, por levar em consideração que as empresas forneceram informações suficientes para a aceitação, a autarquia estava preocupada com os possíveis riscos à concorrência.

Em nota, que foi divulgada nesta terça-feira (30) foi informado que “O Cade, no entanto, ainda analisa se as empresas devem, ou não, notificar a operação à autarquia”. 

Essa decisão do Cade não é uma aprovação para que os pagamentos e transferências sejam realizados pelo aplicativo de mensagem. 

Pois o Banco Central que suspendeu o início dessa atividade, continua com o seu posicionamento que foi publicado em 23 de junho, quando informou que o eventual início ou continuidade das operações sem sua prévia análise poderia gerar danos irreparáveis ao Sistema de Pagamentos Brasileiro.

Caso a decisão seja descumprida, pode gerar o pagamento de multa e também um processo administrativo. 

Essa parceria entre as empresas, foi anunciada no dia 15 de junho e tinha como expectativa que o Facebook e a Cielo possam oferecer aos estabelecimentos comerciais e pessoas físicas o serviços de pagamento e recebimento pelo aplicativo de mensagens whatsapp.

Ontem, terça-feira (30), a Superintendência-Geral do Cade (SG/Cade), implantou um procedimento administrativo para que possa ser investigado o ato de concentração e decidiu pela suspensão dessa operação por conta dos riscos à concorrência.

No período em que o caso ficou em análise, a SG entendeu que um dos riscos seria a possibilidade de haver exclusividade entre as empresas. Pelo fato de a operação aliar a base de usuários do WhatsApp com o poder de mercado da Cielo. 

As empresas recorreram ao Cade solicitando a reconsideração da decisão para que possam usar a nova função disponibilizada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.