publicidade

Isolamento social em Salvador é mantido, indo contra a decisão das demais capitais brasileiras. Nessa semana, a prefeitura municipal de Salvador informou que irá manter a quarentena em toda a capital da Bahia. De acordo com a gestão pública, a retomada das atividades comerciais permanecerá suspensa até que o número de infecções pelo novo coronavírus seja minimamente seguro para os cidadãos. Desse modo, shoppings, bares, restaurantes e demais centros comerciais devem permanecer de portas fechadas.  

Salvador vai contra outras capitais e não tem previsão de retorno do comércio (Imagem: Reprodução - Google)
Salvador vai contra outras capitais e não tem previsão de retorno do comércio (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

Segundo o último balanço, realizado pela Secretaria de Saúde da Bahia, a cidade conta com 23.639 infectados e 919 mortos pela covid-19. Atualmente, 81% dos leitos de UTI estão ocupados, o que justifica o decreto de permanência do isolamento.  

Na última semana, o prefeito ACM Neto (DEM) informou que a quarentena deveria ser aplicada até o dia 30 de junho, seguindo as medidas de segurança. No entanto, de acordo com fontes oficiais, o decreto será atualizado, mantendo a decisão até julho.  

Retomada dos shoppings em Salvador 

Mesmo sem previsão de reabertura, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce-BA) está organizando um plano de retomada.

Segundo o coordenador geral do órgão, os 11 centros comerciais da região estão se organizando para receber os clientes de forma segura. Ele afirma que as medidas tomadas estão sendo feitas com base nas dicas de segurança do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo. 

“A Abrasce se reuniu com eles para saber qual a maneira segura de reabrir, quais medidas devem ser adotadas. A decisão de quando o shopping vai reabrir é do prefeito, mas nós temos que estar preparados para quando ele determinar a data de abertura. Claro, o prefeito levará em consideração o aspecto e capacidade do sistema de saúde da cidade para decidir quando reabrirá. A nós, cabe estarmos preparados para quando isso for anunciado”, disse o coordenador. 

Bares e restaurantes fechados 

No que diz respeito ao setor de alimentos, ainda também não há previsão para retorno. O prefeito de Salvador, ACM Neto, explicou que já há protocolos de reabertura prontos, mas que eles só poderão ser aplicados mediante a redução dos casos.  

Nós temos um protocolo bem definido em relação ao funcionamento de shopping, bares e comercio de rua, mas sem data pré-estabelecida. Não há nada previsto. Essa decisão só será tomada com base em muita segurança. Outras cidades brasileiras abriram o comercio e precisaram voltar atrás. A nossa perspectiva é de reduzir essa taxa de ocupação, mas enquanto estiver em 81% a taxa de UTI, não tem como voltar, não sou irresponsável. Ninguém mais do que eu deseja o retorno, mas só acontecerá quando houver segurança“, explicou ACM Neto. 

 

COMENTÁRIOS

Maria Eduarda Andrade, mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.