publicidade

Durante a pandemia do novo coronavírus, o governo federal liberou o benefício do auxílio emergencial para brasileiros de todo o país que se enquadram nos critérios de recebimento. O pagamento da terceira parcela ainda é incerto.

Auxílio emergencial: Caixa faz previsão para pagamento da terceira parcela (Reprodução/Internet)
Auxílio emergencial: Caixa faz previsão para pagamento da terceira parcela (Reprodução/Internet)
publicidade

Isto porque caberá a Caixa Econômica Federal realizar o repasse dos valores e divulgar o calendário de pagamentos. Além deste ponto, o Governo Federal também precisa autorizar o pagamento.

A sanção presidencial é necessária para que calendário da Caixa seja cumprido. Nesta semana, o presidente do banco, Pedro Guimarães, destacou, em entrevista à CNN Brasil, que o está tudo certo neste ponto.

Ou seja, a interface entre o banco e Ministério da Cidadania – pasta responsável pelo repasse – está feita com a garantia de mais uma rodada de depósitos do auxílio emergencial.

Segundo ele, o próximo passo será a “aprovação do presidente da República. Já temos a questão técnica (definida), com tranquilidade”, explica. Ele ainda lembra que atualmente está em vigor o pagamento do benefício para os brasileiros que são inscritos no Bolsa Família.

Serão mais de 11 milhões aptos ao recebimento. A demora, portanto, tem sido explicada pelo presidente por haver uma necessidade de comunicação. “É o Ministério da Cidadania que anuncia, mas há todo o alinhamento técnico entre ministério e a Caixa”, finaliza.

É importante lembrar que a Caixa é o banco escolhido pelo governo para pagar os brasileiros. Já foi realizado o pagamento das duas primeiras parcelas para aqueles aprovados até o dia 30 de abril.

Os demais, que tiveram a validação da Dataprev – órgão responsável pela análise das solicitação, após esta data recebem em calendário diferentes, sempre divulgados pela Caixa com antecedência.

Pedro ainda destaca a sanção presidencial deverá ser anunciada em breve. “Vamos anunciar também a segunda parcela de quem não recebeu, para que tenhamos o pagamento de todos de uma vez”, conclui.

Fluxo de pagamento do auxílio emergencial

O recebimento do benefício para os inscritos no app Caixa Auxílio Emergencial ou site deverá ser feito no primeiro momento através do depósito na poupança digital Caixa, gerenciada pelo aplicativo Caixa Tem.

Ao explicar esta regra implementada, Pedro pontua que “dois meses atrás, não tínhamos ainda essa base, tivemos uma semana com filas. Todo mundo reclamou, estavam certos”. A partir de então, o fluxo de pagamentos ganhou dois calendários, respeitando o mês de nascimento.

Em seguida, ao obedecer nova data quando liberado o calendário de saques e transferências, será possível realizar o procedimento.

Para realizar o saque do auxílio emergencial utilizando o app é necessário que o interessado entre no aplicativo e clique na opção “saque sem cartão” e gerar código para apresentar nas Caixa Lotéricas ou Banco 24hrs.

COMENTÁRIOS

Juan Gouveia, formado em jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É redator do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, direitos trabalhistas e finanças diariamente.

VEJA TAMBÉM