IR 2020: Segundo lote da restituição será o maior da história, diz Receita; consulta já começou!

Nesta terça-feira (23), a Receita Federal abriu desde às 9 horas, as consultas para o segundo lote do Imposto de Renda (IR 2020). A declaração tem como referência o ano base 2019, e será destinada a quem já entregou o documento.

IR 2020: Segundo lote da restituição será o maior da história, diz Receita; consulta já começou!
IR 2020: Segundo lote da restituição será o maior da história, diz Receita; consulta já começou! (Foto:FDR)
publicidade

Essas consultas podem ser realizadas por meio da página da Receita Federal, ou pelo telefone 146.

A Receita está disponibilizando um aplicativo para tablets e smartphones para consultar as informações sobre a restituição do IR 2020, e a situação cadastral do CPF. 

Neste segundo lote, será autorizado um crédito bancário a 3.306.644 de pessoas, somando R$ 5,7 bilhões.

Segundo o órgão, esse será o “maior valor para um lote de restituição em todos os tempos”. O dinheiro estará disponível para saques a partir de 30 de junho.

Assim como nos anos anteriores, os primeiros lotes contemplam contribuintes com prioridade legal no recebimento das restituições do IR.

Do total, R$3,97 bilhões foi feita a seguinte categorização de envios do dinheiro, veja:

  • 54.047 são idosos acima de 80 anos;
  •  1.186.406 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  •  89.068 dos contribuintes com deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • 937.234 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

De acordo com o Fisco, foram contemplados mais de 1 milhão de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 4 de março deste ano.

Os dois primeiros lotes do Imposto estão sendo pagos antes mesmo do final de entrega do Imposto de Renda, que foi estendido para o dia 30 de junho por conta da pandemia causada pelo coronavírus. 

Essa é a primeira vez que as restituições serão pagas no período em que as declarações ainda estão sendo realizadas. 

Normalmente, o primeiro lote de restituição era pago no mês de junho, mas neste ano foi antecipado para maio. Além disso, houve redução do número de lotes de 7 para 5. Dessa forma, a conclusão do pagamento das restituições, referentes às declarações que não tenham apresentado inconsistências, será no mês de setembro.

Ao consultar os lotes do Imposto de Renda 2020, o contribuinte deve receber uma das seguintes informações:

  • foi contemplado e receberá os valores na semana que vem;
  • a declaração está na “fila de restituição”, ou seja, que está tudo correto (apenas aguardando a liberação dos valores nos próximos meses);
  • a declaração está “em processamento”, ou na “fila de espera” do órgão.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.