Imposto de Renda 2020: aprenda passo a passo a fazer uma declaração retificadora

Pode não parecer, mas preencher uma declaração de Imposto de Renda não é um bicho de sete cabeças. No entanto, é preciso ter muita atenção para evitar erros e não cair na malha fina. O maior problema é quando o contribuinte erra na parte de valores, pois qualquer dígito a mais ou a menos nesta opção, pode dar muita dor de cabeça. Em resumo, qualquer centavo a mais ou a menos pode levar o contribuinte a ter problemas com o Leão da Receita Federal.

Imposto de Renda 2020: aprenda passo a passo a fazer uma declaração retificadora
Imposto de Renda 2020: aprenda passo a passo a fazer uma declaração retificadora (Foto: Google)

É muito importante que o contribuinte saiba que é possível corrigir os erros da declaração. Basta retificar através do programa, e fazer isso quantas vezes achar necessário. Ou seja, não há um limite de envios da declaração retificadora.

O ponto importante é que o próprio Programa Gerador da Declaração aponta eventuais erros e inconsistências quando identifica falhas nas informações prestadas. Vale ressaltar que dependendo do erro cometido, o programa não permite que faça o envio, o que facilita a vida do contribuinte.

Passo a passo para retificar o Imposto de Renda 2020

  • Primeiramente, tenha em mãos o número do recibo de entrega da declaração. Caso você ainda não tenha o número do recibo, basta acessar a declaração e clicar em imprimir que o número será gerado. Lembre-se que se trata de um código de 12 dígitos;
  • Em seguida, vá para a opção ‘Abrir a declaração’ do programa gerador e clique em ‘Declaração retificadora’. Insira o número do recibo, sem caracteres especiais, apenas os números;
  • Verifique os campos a serem corrigidos e faça as devidas alterações. Em seguida, clique em enviar.

É importante gerar uma cópia da retificação e guardar em um dispositivo seguro, pois caso dê algum problema mais na frente, é possível ter uma comprovação de que as devidas alterações foram realizadas.

Principais erros que levam o contribuinte à malha fina

  • Quando o contribuinte esquece de incluir informações financeiras, seja de receitas ou de pagamentos;
  • Quando existe algum erro de digitação durante o preenchimento, principalmente na parte onde constam os valores. Mesmo quando a diferença é de centavos, a declaração pode cais na malha fina;
  • Quando o contribuinte deixa em branco campos importantes para a declaração.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.