IPVA 2020 MT: Governo prorroga pagamento para fim deste ano

Em meio a pandemia do novo coronavírus, diversas medidas estão sendo implementadas para auxiliar brasileiros a reorganizar as suas finanças impactadas pela crise. Uma dessas ações adotada pelos governo estaduais é a prorrogação do pagamento do IPVA 2020.

IPVA 2020 MT: Governo prorroga pagamento para fim deste ano (Reprodução/Internet)
IPVA 2020 MT: Governo prorroga pagamento para fim deste ano (Reprodução/Internet)

A novidade foi compartilhada nesta semana para os proprietários de veículos com placa finais 4 e 5; 6 e 7; e 8, 9 e 0 do estado do Mato Grosso. Eles agora tem mais tempo para quitar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA 2020 MT.

As mudanças incidem sobre o calendário de pagamentos que altera para novas datas, considerando o vencimento aos meses do fim do ano. Confira como ficou:

  • Veículos com placa final 4 e 5 – outubro de 2020
  • Veículos com placa final 6 e 7 – novembro de 2020
  • Veículos com placas final 8, 9 e 0 – dezembro de 2020

Além desta alteração, os vencimentos das parcelas já realizadas também foi prorrogado, mas levando em consideração os exercícios anteriores, celebrados no âmbito da Sefaz e da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Neste ponto, as que venceriam nos meses de março a junho ficam suspensas pela Secretaria da Fazenda do Estado, de acordo com o decreto. Este saldo remanescente será dividido em três novas parcelas, sem acréscimo de juros e multa.

As novas datas de pagamento serão nos meses de outubro, novembro e dezembro. Sendo a primeira parcela destinada a pagamento com data de vencimento no dia 30 de outubro. Medidas visam auxiliar os moradores do estado.

Segundo o governador Mauro Mendes, intenção é de aliviar “caixa das empresas, dos cidadãos”. O mesmo destaca que os que não tem condições de pagar com as mudanças terá mais um tempo parar reorganizar as finanças.

Vale lembrar que Executivo tinha já realizado a alteração que incidia na prorrogação do pagamento do IPVA 2020 MT por 60 dias. Com isto, parcela que venceria no período de março a junho foi postergado para o último trimestre deste ano, ou seja, outubro, novembro e dezembro.

O secretário de Fazenda, Rogério Gallo detalha que os cofres públicos também sofreram com o adiamento da cobrança do IPVA. Segundo ele, as novas datas faz com que a quantia de R$ 450 milhões demore um pouco mais para entra nos caixas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.