Jovem Aprendiz: como criar um currículo interessante para o primeiro emprego?

Muitos estudantes em busca de uma vaga no programa Jovem Aprendiz têm dúvidas sobre o que colocar no currículo para se candidatar. Mesmo sem experiência profissional, é possível destacar conhecimentos e habilidades que chamam a atenção e contam pontos na contratação. Nesses casos, geralmente os responsáveis pelo processo seletivo se interessem pelas qualidades do candidato.

Jovem Aprendiz: como criar um currículo interessante para o primeiro emprego?
Jovem Aprendiz: como criar um currículo interessante para o primeiro emprego? (Imagem: FDR)

Se você tiver alguma experiência profissional, vale adicionar ao currículo. Mas se nunca trabalhou, destaque conhecimentos em determinadas áreas, atividades práticas, trabalhos voluntários e cursos complementares. Organização de eventos ou festas escolares e elaboração de projetos também contam.

O que não pode faltar no currículo do Jovem Aprendiz?

  • Informações de contato: dados pessoais como nome, endereço, e-mail, idade e telefone. Atente-se para utilizar um endereço de e-mail profissional;
  • Experiência de trabalho: se não tiver experiência em um emprego formal, vale incluir programas de estágios e/ou voluntariado, bem como atividades extracurriculares;
  • Educação: adicione o nível de formação, instituições de ensino e cidade onde cursou, assim como o ano de conclusão;
  • Habilidades: inclua informações que possam ser úteis para trabalho, além habilidades organizacionais, com programas de computador e software e nível de proficiência em idiomas.

Antes de começar a adicionar informações, pesquise modelos de currículos para iniciante na internet. Em alguns sites, é possível escolher entre diversos formatos adequados a cada área.

Os mais utilizados são: modelo cronológico com uma lista de experiências de trabalho da mais recente para a mais antiga e modelo funcional, que permite destacar habilidades e conquistas; ou o combinado, que é uma mistura dos modelos anteriores.

Veja uma imagem ilustrativa abaixo para exemplo:

Programa Jovem Aprendiz

O projeto foi criado pelo Governo Federal e tem o objetivo de promover a aprendizagem de jovens entre 14 e 24 anos, com cursos teóricos e capacitação profissional aliados à vivência nas empresas.

Pelo programa, organizações de médio e grande porte são obrigadas a reservar uma parte das vagas para a contratação de jovem aprendiz.

Nestes casos, a carga horária de trabalho é reduzida e não pode passar de seis horas diárias, adequadas ao horário de estudo do aluno.

Algumas empresas oferecem vagas para menor aprendiz nos próprios processos seletivos, mas a instituição responsável pelo gerenciamento das contratações é o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). No site oficial, é possível ter acesso a informações sobre oportunidades.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.