São Paulo libera comércio de rua a partir de hoje! Shoppings retornam apenas no feriado

A partir desta quarta-feira (10), a Prefeitura de São Paulo vai autorizar o retorno e funcionamento do comércio de rua. Este setor está fechado há pelo menos dois meses por conta da pandemia causada pelo coronavírus.

São Paulo libera comércio de rua a partir de hoje! Shoppings retornam no feriado
São Paulo libera comércio de rua a partir de hoje! Shoppings retornam no feriado (Foto:Google)
publicidade

O anúncio foi feito na tarde de ontem pelo prefeito Bruno Covas (PSDB). A partir de quinta-feira (11), feriado de Corpus Christi, será permitida a reabertura do shoppings, essa liberação será autorizada também para às imobiliárias.

Os protocolos de setores foram assinados entre ontem e hoje. Além disso, os estabelecimentos deverão seguir normas de higiene e segurança e respeitar os horários de funcionamento restritos estabelecidos pela gestão municipal.

O distanciamento social e uso de álcool gel são obrigatórios, as lojas vão ter um limite de horário de funcionamento de no máximo quatro horas. O comerciante poderá escolher o horário de abertura, contanto que seja fora do horário de pico.

Os shoppings vão reabrir amanhã (11) também com limite de horário de funcionamento, de 6h às 10h ou das 16h às 20h. O horário da manhã é uma reivindicação dos shoppings populares. Os shoppings maiores devem funcionar no segundo horário.

Também há limite de pessoas. Nenhum deles poderá receber mais do que 20% da capacidade de público.

Saiba as liberações:

  • Comércio de rua e imobiliárias poderão abrir a partir desta quarta (10) pelo período de 4h e fora do horário de pico;
  • Shoppings poderão reabrir a partir de quinta e terão que escolher entre duas opções de funcionamento 6h às 10h ou das 16h às 20h, com público limitado a 20%;
  • Todos os estabelecimentos deverão seguir regras de higiene e segurança.

Flexibilização da quarentena em São Paulo 

Esses setores fazem parte de uma lista que autorizou o funcionamento da economia e do comércio, mas com restrições. De acordo com o plano apresentado para o estado, a fase que está em vigor é a laranja na capital.

A Prefeitura optou por liberar o funcionamento dos setores contemplados apenas após análise de protocolos de saúde.

Semana passada, Bruno Covas, prefeito municipal, autorizou o funcionamento de escritórios e concessionárias. 

De acordo com o planejamento do governo estadual intitulado de Plano São Paulo, as regiões do estado são classificadas da seguinte forma:

  • Alerta máximo (vermelho)
  • Controle (laranja)
  • Flexibilização (amarelo)
  • Abertura parcial (verde)
  • Normal controlado (azul)

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.